Se essa rua fosse minha

0
3911

O Centro para Crianças e Adolescentes (Centro de Convivência São Lucas) do Instituto Rogacionista, em parceria com o condomínio próximo a Carlos Vicari, desenvolveram um projeto com as crianças sobre a passarela da linha do trem que passa pela Avenida Santa Marina.

Desde que ouvimos falar da remoção dessa passarela, futuramente dentro da Operação Urbana Consorciada Água Branca, ficamos preocupados com o trajeto dessas crianças, adolescentes e muitos adultos que a utilizam para seu caminho à escola, à universidade, ao trabalho e à sua residência, pois muitos também são moradores do bairro. Então, junto com a síndica e moradores do condomínio Pateo Pompeia, que estão também refletindo sobre as mudanças no bairro, realizamos várias oficinas de grafite com o tema “Se essa rua fosse minha” e aí colocados os desejos de como deveria ser o lugar para esses trajetos.

Um dos objetivos é tornar a passarela um local agradável e repleto de arte para quem passa por ela todos os dias, contribuir com o desenvolvimento cultural dos jovens moradores da região e promover a valorização do local. Vale a pena passar por lá.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA