João Doria inicia mandato com Projeto Cidade Linda

0
2627

Foto: André Bueno / CMSP

André Bueno / CMSP
Prefeito João Doria (D) e o vice Bruno Covas na cerimônia de posse na Câmara Municipal

A Câmara Municipal de São Paulo deu posse aos 55 vereadores e ao prefeito João Doria Jr. e seu vice-prefeito Bruno Covas, na tarde do dia 1º de janeiro (domingo). Em seguida, Doria participou da cerimônia de transmissão do cargo de prefeito no Theatro Municipal, que contou com a presença de Fernando Haddad (PT), do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e da primeiradama Lu Alckmin, entre as autoridades.

Doria assume a prefeitura com um orçamento de cerca de R$ 54 bilhões e muitos desafios como mobilidade, trânsito – que envolve a velocidade nas Marginais -, saúde (como a instalação de UBSs – Sepetiba, Jaguaré e Lapa de Baixo, e a reabertura do Hospital Sorocabana), além de vagas em creches. Em seu discurso de transmissão do cargo a Doria, o prefeito Fernando Haddad disse que Doria recebe uma prefeitura com recursos em caixa. “Doria poderá honrar todos os compromissos assumidos para sua gestão e uma dívida que é 1/3 da que eu herdei”, disse Haddad.

No primeiro dia útil (2 de janeiro) do mandato, o prefeito João Doria reforçou o compromisso de austeridade e anunciou a redução de 15% do valor em contratos municipais (menos educação, saúde e transporte), além de devolução de automóveis alugados, corte de 30% nos cargos comissionados e a inclusão de um gestor de economia em cada secretaria e empresa municipal para auxiliar na redução de despesas como luz, água e materiais utilizados.

Cidade Linda – Na segunda-feira, o novo prefeito começou cedo o trabalho. Doria acompanhou as equipes de zeladoria da Prefeitura no lançamento do Programa Cidade Linda, na Praça 14 Bis, na Avenida 9 de Julho. O prefeito, secretários e equipe usaram uniformes de gari. “Este é o primeiro dia útil do nosso mandato e já começamos trabalhando desde as 6h da manhã”, afirmou Doria. “Essa mesma operação vai ocorrer toda semana (dentro de um cronograma, em diferentes regiões da Cidade)”, acrescentou.

O prefeito anunciou também o programa de mutirões “Calçada Livre”, que deve começar neste domingo (8), no Itaim Paulista. O vice-prefeito e secretário de Prefeituras Regionais, Bruno Covas explicou que o Calçada Livre terá duas grandes frentes de ação: uma delas será realizada pelas prefeituras regionais nos grandes eixos estratégicos onde se justifique a utilização de recursos públicos. Já em calçadas particulares, o trabalho será em conjunto com o cidadão.

Os conhecidos albergues para moradores de rua, como o Zancone da Avenida Imperatriz Leopoldina, serão revitalizados na gestão Doria. “Vamos recuperar os abrigos que não vão chamar mais abrigos. Serão áreas com denominação Espaço Vida – melhorados – com cursos à essas pessoas para que tenham a oportunidade não só de deixar as ruas, mas também de ter uma profissão”, afirmou o prefeito.

Doria também reafirmou seus compromissos de zerar filas na área da saúde e educação com parcerias com a iniciativa privada. O programa Corujão da Saúde começa no dia 10, com a gestão da fila de exames que estão pendentes há mais de seis meses.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA