Projeto de acessibilidade para Lapa está em discussão na SPTrans

0
922

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
SPTrans, estudantes e entidades discutem melhorias de mobilidade para a Lapa

O projeto de acessibilidade Lapa 21 da SPTrans teve uma nova reunião na terça-feira (20), no Tendal da Lapa. Tuca Munhoz, assessor técnico da empresa de transportes, apresentou o projeto que prevê tornar a região do Terminal da Lapa acessível. A ação inicial prevê adaptações na Rua Catão, a partir da Rua Guaicurus até a Biblioteca Mário Schenberg.

Segundo Munhoz, o projeto executivo já está em discussão na SPTrans e poderá sair nos próximos dois meses. “Acessibilidade não só para quem está em uma cadeira de rodas, mas para os idosos, crianças, deficientes visuais e intelectuais”, afirma o assessor.

Alunos do Senac da Rua Tito apresentaram seu projeto de conclusão de curso, um aplicativo em que os usuários indicam estabelecimentos que oferecem acessibilidade e também os que precisam de adaptações. Valmir de Souza, fundador do Biomob, aplicativo já disponível e gratuito de mapeamento de locais com acessibilidade falou das dificuldades de adaptar algumas construções. “Temos um problema com as normas do Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) que não permite que construções antigas passem por reformas radicais”, explica. Ele também convidou os presentes para uma mobilização no dia 27, das 10h às 12h, com saída do Tendal da Lapa, para a imputação de novos locais no aplicativo e entrega de cartilhas com dicas para estabelecimentos que não oferecem acessibilidade.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA