Fiasco nas eleições

0
83

Neste último domingo (3), tivemos eleições para o Conselho Participativo Municipal. Bastava repetir o modelo utilizado no ano anterior, garantia de sucesso.

Não foi assim. O Prefeito reduziu numa canetada as opções de escolha dos eleitores de 5 para 1 e baseou as eleições no critério de zonas eleitorais. As zonas eleitorais não coincidem com os mapas das Regionais /Distritos e os eleitores mantêm seus títulos nas suas zonas eleitorais de origem, não em seus bairros de residência. Isto gerou enorme confusão sobre onde votar.

Por conta disto um eleitor residente na Lapa, votando em Moema, ficava obrigado a votar nos candidatos do distrito Moema, tendo seu direito universal ao voto suprimido.

Os servidores estavam perdidos. O sistema estava inoperante, as listas eram manuais e o voto em papel.

Quem exigiu votar pelo seu distrito recebeu como resposta que o voto seria anulado. Muitos voltaram para casa sem votar. Um fiasco.

O decreto e o edital preveem o voto universal. Bastava colher os votos nas regionais mediante apresentação de RG e comprovante de residência. Simples.

A Prefeitura fora oficiada previamente sobre as irregularidades e as ignorou solenemente. Os pedidos de impugnação já estão no MP.

Que o Prefeito não use isto como desculpa para acabar com os Conselhos e respeite a democracia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA