Moradores cobram execução dos serviços de zeladoria

0
465

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Eduardo Rosmaninho, chefe de gabinete, e Jorge Santos, assessor do gabinete, na reunião de zeladoria da Prefeitura Regional da Lapa

Na primeira quinta-feira de março (1) foi realizada a reunião de zeladoria da Prefeitura Regional da Lapa. Jorge Santos, da assessoria do gabinete levou devolutivas das demandas realizadas no encontro de fevereiro, conforme solicitado pelos presentes. Porém, alguns dos munícipes que estiveram na reunião passada não foram no encontro deste mês, e foi pedido que a reunião tivesse prosseguimento. Sobre o Carnaval de Rua, alvo de críticas em fevereiro, a regional avalia que os eventos foram bem sucedidos. “Nosso objetivo é fazer um trabalho de conciliação”, afirma Jorge Santos. O público pediu que em 2019 sejam incluídos membros do Conseg na comissão de organização das festividades. Sobre as demais demandas, o chefe de gabinete Eduardo Rosmaninho afirma que das solicitações da reunião passada 60% foram resolvidas e 40% estão em andamento.

Flordinice Pinheiro criticou o atendimento da regional. Ela relata ter entrado em contato com o prefeito regional Carlos Fernandes, que prometeu que a Operação Cata-Bagulho passaria na Rua Araçatuba. A moradora mobilizou os vizinhos para a colocação dos materiais para coleta, porém a via não foi contemplada. Ela também afirma que a Rua Araçatuba e a Praça Doutor Otávio Perez Velasco está com lixo acumulado e precisa de manutenção. “Façam o trabalho de vocês”, solicita. Flordinice também criticou o atendimento telefônico realizado pela regional.

Também foi citada a necessidade de remoção de veículos abandonados na região, a ocupação irregular de calçadas em bares, danificações causadas no Viaduto Sumaré decorrentes da atividade de rapel no local, varrição e retirada de pontos viciados na calçada da CPTM na City Lapa, limpeza na Praça Petrolandia, cobraram a continuidade da limpeza na bacia de contenção do Humaitá e a cobrança de multa por parte da Prefeitura de um Termo de Ajuste de Conduta da AutoBAn, responsável pelo depósito de entulho no Córrego Cintra, na Vila Jaguara, em 2009.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA