Prefeito vistoria obras no entorno do Mercado da Lapa

0
251

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Carlos Fernandes explica obra na Rua Conrado Moreschi para Bruno Covas

O prefeito Bruno Covas esteve na Rua Conrado Moreschi na segunda-feira (21) para realizar uma vistoria nas obras de drenagem, viário e acessibilidade que estão em andamento no entorno do Mercado da Lapa. Acompanharam a visita o prefeito regional da Lapa, Carlos Fernandes, os secretários Marcos Penido (Prefeituras Regionais), Vitor Aly (Infraestrutura e Obras), Aline Cardoso (Trabalho e Empreendedorismo), Eduardo Tuma (Casa Civil), o chefe de gabinete da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, Flávio Adauto Fenólio, o diretor do Ilume, Paulo César Nannini, o presidente da SPTrans, Paulo Cézar Shingai, o deputado estadual Marcos Zerbini, e os vereadores Fábio Riva e Adriana Ramalho.

As obras, que são demanda antiga da Acomel (Associação dos Comerciantes do Mercado da Lapa) e da população, contaram com um investimento de cerca de R$ 1 milhão. A Sabesp fará a instalação de novas tubulações e captação de esgoto para os comércios que ainda não utilizavam o serviço da companhia de saneamento, de forma que a nova galeria não receba os rejeitos. Também está em andamento a requalificação e alargamento de calçadas para melhorar a acessibilidade para pedestres, portadores de necessidades especiais e usuários de ônibus. Durante o período de obras, as linhas de ônibus que passam pela Rua Conrado Moreschi foram transferidas para as ruas Martim Tenório e Doutor Cincinato Pomponet.

Covas falou sobre a importância da obra. “Com mais de cinco mil pessoas por dia, esse mercado é um dos mais movimentados de São Paulo. É um que se sustenta, tamanha é a sua utilização, e tinha aqui na rua ao lado um esgoto a céu aberto, que além de prejudicar todo o pessoal que frequenta aqui, ficava bem na rua que tem as paradas finais dos ônibus. É uma obra importante, reivindicada por mais de 30 anos pela comunidade e que a gente espera entregar nos próximos 45 dias”, declara. O prefeito também falou que a lei que autoriza o envio de recursos do fundo municipal de desestatizações poderá ajudar obras das prefeituras regionais. “A Câmara Municipal alterou a proposta original do poder executivo para permitir que parte do recurso das desestatizações também seja destinado às intervenções feitas pelas prefeituras regionais. Após se iniciarem as primeiras vendas, um conselho vai gerir esse fundo e vai poder destinar para obras como essa que a gente viu aqui do lado do Mercado da Lapa”, afirma.

Fernandes falou que um dos principais objetivos da regional é o de melhorar a acessibilidade. “Vamos seguir com o que estamos trabalhando, calçadas e melhorias no padrão de acessibilidade. A Prefeitura Regional da Lapa está atendendo 10 vereadores com emendas parlamentares e executando, fazendo a revitalização de praças, calçadas e um projeto com dinheiro da Siurb para ampliar o Lapa 21”, conclui.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA