União pela sustentabilidade

0
51

Nem sempre é fácil unir as pessoas para um objetivo coletivo. Talvez, a luta pelo meio ambiente seja uma das poucas bandeiras que as pessoas conseguem apoiar em comum acordo, dada a sua importância e impacto. A qualidade do território e a proteção da natureza conseguem sobrepor-se a qualquer ideologia, inclinação econômica, classe social, religião, doutrina ou ideal. Afinal, podemos ser diferentes uns dos outros, mas o fato é que, inevitavelmente, temos o mesmo planeta para dividir.

Ações em escala global são mais complexas de lidar e dependem de grandes movimentos e políticas que, paulatinamente, garantam um futuro melhor para as gerações que estão por vir. Podemos não ter controle total sobre o meio ambiente, mas cabe a nós reduzir o prejuízo de nossas ações, já que este pode ser evitado.

Mas de forma local, é possível ter atitudes que, mesmo se forem pequenas e simples, fazem toda a diferença para fomentar a cultura de um bairro melhor. Essa semana, em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, as pautas da ecologia e sustentabilidade ganharam grande atenção pela Lapa. A Comissão de Meio Ambiente da OAB Subseção Lapa conseguiu reunir diversas lideranças comunitárias, entidades e poder público para celebrar e promover atividades para chamar a atenção sobre a importância de promover iniciativas verdes, a reciclagem e a educação ambiental.

Reclamações sobre o descarte irregular de lixo, necessidade de manejo e poda de árvores, problemas com a coleta e zeladoria não faltam, não só na região, mas na cidade como um todo. Mas, ao invés de reclamar, é bom fazer a reflexão do quanto podemos ajudar e agir para melhorar o lugar em que moramos. A cidade está inserida em uma lógica já tão consolidada que muitas pessoas sequer conhecem, por exemplo, qual o trajeto dos resíduos que elas mesmas produzem. E, consequentemente, também não sabem o que podem fazer para melhorar a vida de quem trabalha para garantir a limpeza dos bairros.

A iniciativa da OAB da Lapa, pioneira no formato em que foi feita, deve ser parabenizada tanto por discutir um tema tão importante como por conseguir unir empresários, entidades, a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente e a Prefeitura Regional da Lapa em eventos em que o clima foi de completa harmonia. Além do esforço de colher assinaturas para o abaixo-assinado que pede a reabertura do Parque Orlando Villas-Bôas, demanda antiga da região. Esperamos que com essas ações tenha sido plantada uma semente na comunidade e cada vez mais a educação focada na gestão ambiental esteja presente, assim como iniciativas que podem melhorar a vida de todos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA