Alckmin faz campanha em comércios da Lapa

0
440

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Geraldo Alckmin participa de caminhada com apoiadores e outros candidatos

O ex-governador e candidato do PSDB à presidência, Geraldo Alckmin, esteve em campanha na região no sábado (29), ao lado de seus correligionários e também candidatos Mara Gabrilli e Ricardo Tripoli, que concorrem ao Senado, Fabrício Cobra e José Aníbal, candidatos ao cargo de deputado federal. Também participaram o prefeito regional da Lapa, Carlos Fernandes, e o secretário municipal de Segurança Urbana, José Roberto Rodrigues de Oliveira.

O candidato cumprimentou pedestres, comerciantes e trabalhadores da Rua Doze de Outubro e do Mercado Municipal da Lapa. Em coletiva aos veículos presentes, Alckmin afirma que quer facilitar o empreendedorismo. “Saiu uma pesquisa pouco tempo atrás que diz que metade dos brasileiros querem ser empreendedores, querem montar seu negócio, ter uma renda. O brasileiro é muito trabalhador. Eu vou fazer duas coisas para quem quer empreender, crédito mais barato, como nós fizemos aqui em São Paulo, juro zero para o pequeno e micro empreendedor e médio empresário, e o BNDES financiando e fomentando a atividade empreendedora, redução de carga tributária, simplificação de natureza tributária e desburocratização”, promete o tucano. Alckmin também falou sobre o FGTS. “É a poupança do trabalhador e temos visto o fundo render menos que a inflação. O dinheiro do trabalhador derrete, não corrige nem a inflação. Nós vamos aplicar a TLP, que é inflação mais juros”, afirma.

Alckmin também propõe a criação de um imposto único, IVA (Imposto de Valor Agregado) para substituir cinco tributos: ICMS, IPI, ISS, PIS e Cofins. O candidato criticou seus concorrentes Fernando Haddad, por propor a discussão de uma nova Constituinte, considerada como perda de tempo pelo tucano, e Jair Bolsonaro. “Ele diz que se não ganhar, a eleição é fraudada, mas ele foi eleito sete vezes como deputado federal e a urna funcionou. Se perder não funciona? É como um menino mimado que quando perde o jogo pega a bola e vai embora”, diz. Após sair da Lapa, Alckmin viajou para Porto Alegre, onde continuou a agenda de campanha.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA