Melhoramentos inaugura sede reformada com exposições

0
2462

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Daniela Thomas, filha de Ziraldo, com diretores da Melhoramentos

Após 15 meses de obra, a Vila Romana recebe a Casa Melhoramentos, sede reformada da companhia. O imóvel da década de 20 localizado na Rua Tito, 479, tem a fachada tombada pelo Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da cidade de São Paulo), e foi com seus três andares o primeiro edifício da região e primeiro prédio industrial, feito no estilo proto moderno racionalista. Durante a reforma foi realizado o retrofit completo na parte exterior, com recuperação da cor original. “Decidimos rebatizar para Casa Melhoramentos que é um nome mais acolhedor e assim abrir esse espaço tombado para o público”, afirma Alfredo Weiszflog, presidente do Conselho de Administração da Melhoramentos. O investimento total da obra foi de cerca de R$ 16 milhões.

O prédio abriga hoje no último andar um espaço cultural para a realização de eventos e exposições, com salas de reunião e auditório para 80 pessoas. No andar intermediário está o escritório administrativo da empresa, com 95 dos 559 colaboradores. A Melhoramentos atua em quatro frentes: editora, florestal, fibras e desenvolvimento imobiliário de Caieiras, cidade em que aproximadamente 50% do território pertence à Melhoramentos, com hectares para o cultivo de pinus e eucalipto. Já no primeiro andar está em discussão a implementação de um espaço de coworking ou locação para algum escritório.

Exposições
Para celebrar a reinauguração da sede, duas exposições gratuitas estarão disponíveis no espaço até o dia 22 de dezembro. No térreo, o público pode conferir a mostra “Melhoramentos 128 Anos”, com fotos que mostram a história da companhia, mudas das plantas que dão origem aos produtos feitos com celulose, uma réplica do escritório na data de inauguração da sede, um vídeo que explica o processo de produção dos produtos da Melhoramentos e livros de destaque entre os 11 mil títulos já publicados. Entre as curiosidades está a obra “Patinho Feio”, primeiro livro publicado em quatro cores no Brasil, em 1915, e cédulas de dinheiro impressas pela companhia em 1932, a pedido do Governo do Estado, durante a Revolução Constitucionalista. A Melhoramentos serviu como Casa da Moeda por um período de três meses. A exposição pode ser visitada em outubro e novembro nas segundas e terças-feiras, das 9h às 18h, e de quarta-feira a sábado, das 9h às 21h. Em dezembro a visitação ocorre de segunda a quarta-feira, das 9h às 18h, e quinta a domingo, das 9h às 21h.

Bárbara Dantine
Mudas das árvores cultivadas pela companhia

Já a exposição “Os Planetas do Ziraldo”, é uma homenagem ao escritor e cartunista mineiro, parceiro da Melhoramentos há mais de 50 anos, com curadoria da filha de Ziraldo, Daniela Thomas, e Adriana Lins. A exposição conta com um ambiente imersivo no estilo do autor e traz rascunhos, desenhos inéditos e documentos ligados à coleção de livros “Os Meninos dos Planetas”. Entre os itens da mostra está o bilhete do astronauta Neil Armstrong, primeiro homem a pisar na Lua, com os dizeres “The moon is Flicts” (A Lua é Flicts) em referência ao primeiro livro infantil de Ziraldo, de 1969, sobre a cor do satélite.
Em outubro e novembro a exposição pode ser visitada de quarta a sábado, das 9h às 21h, e em dezembro de quinta a domingo, das 9h às 21h. Nos finais de semana serão realizadas atividades educativas das 11h às 16h. Para a visitação de escolas é preciso realizar o agendamento pelo e-mail eventos@casamelhoramentos.com.br ou pelo telefone (11) 3874-0913.

Bárbara Dantine
Coleção de livros “Os Meninos dos Planetas” do Ziraldo

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA