Apoie o comércio local

0
1580

O debate sobre a forma de consumir é talvez um dos mais atuais. Muito se fala da importância do consumo sustentável, valorizando a origem dos produtos e o manejo saudável em toda cadeia de produção. Existem também os grupos que defendem o chamado “lowsumerism”, o consumo apenas daquilo que é necessário, de forma a reduzir o desperdício, descarte e impacto ambiental.

O fato é que consumir não deixa de ser um ato político. Nos posicionamos quando deixamos de comprar uma determinada marca por estar envolvida com trabalho escravo, algum alimento que é produzido com defensivos agrícolas que podem impactar em nossa saúde ou os serviços de alguma empresa quando descobrimos que seus responsáveis estão envolvidos em esquemas de corrupção.

Mas é inevitável consumir, uma vez que temos necessidades básicas que precisam ser supridas. Em tempos de crise econômica, com perda do poder de compra da população e altos índices de desemprego, nada é mais importante do que fazer boas escolhas.
Com o nosso histórico de exportação de commodities e importação de produtos industrializados é sabido que o Brasil há muito deveria ter investido para possuir uma indústria mais competitiva. Isso traria diversos benefícios para a economia e população brasileira.

Da mesma forma que é interessante valorizar nossa indústria e sua produção, é muito importante priorizar o comércio local. Ter oferta de bons serviços, lojas e restaurantes no bairro em que se vive é sinônimo de qualidade de vida.

Consumir localmente promove o desenvolvimento da região, especialmente em longo prazo. A ampliação da operação de pequenos mercados, por exemplo, irá gerar empregos, melhorias estruturais do entorno e segurança para os vizinhos. Os comerciantes também devem se aliar através de associações e entidades para ampliar a sua representação como voz ativa na sociedade. Essa é uma forma mais eficiente de cobrar soluções do poder público, ao invés de várias demandas isoladas para uma mesma questão.

Se a “importação” da Black Friday ocorreu com sucesso para o público de consumidores brasileiros, devemos também buscar a tradição que é bastante comum nos Estados Unidos e Europa de sempre valorizar os negócios locais, de forma a fortalecer o vínculo com comércios vizinhos, promover a prosperidade regional, estimular o empreendedorismo e incentivar a livre concorrência e diversidade de produtos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA