Saúde e orçamento juntos

0
1276

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove o Doutor Saúde, programa que leva, em carretas, atendimento médico e exames para as regiões da cidade. Para a Sub Lapa, está prevista uma “carreta oftalmológica”.

Porém, surgiu um problema: o local para recebê-la. Um terreno na Rua Sepetiba, 560 (Vila Ipojuca) foi apontado como em “condições adequadas”. Parte da comunidade, no entanto, discorda.

O Conselho Participativo Municipal (CPM) da Lapa, em suas atribuições, passou a tratar do assunto após ouvir o pleito. Há, de fato, diversos fatores desfavoráveis no local: só uma linha de ônibus (a cada 35-50 min.), em zona residencial; um desnível que implica obras para torná-lo acessível, sem risco a pacientes; e uma escola vizinha, cujas crianças ficarão expostas ao trânsito.

Mas não basta apontar problemas; é nosso dever oferecer soluções viáveis. O CPM Lapa se dedica à reabertura do Hospital Sorocabana (HS), 100% SUS, cujo estacionamento é maior que aquele terreno e requer menos obras; está em região comercial, com farto transporte público; e já possui outros serviços de saúde. Falta só transferi-lo do Estado para a Prefeitura – cuja permuta está avançada, segundo a SMS.

Essa simples medida gerará melhor solução à saúde da comunidade e ao dinheiro público. O CPM Lapa atua para a carreta beneficiar ao máximo os 305 mil habitantes da Sub Lapa e os trabalhadores. Basta vontade política.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA