Subprefeitura da Lapa tem novo comando

0
12551

Foto:

Leonardo Santos assumiu o posto de subprefeito da Lapa na quinta-feira (17)

Após dois anos à frente da Subprefeitura da Lapa, Carlos Fernandes foi exonerado do cargo na quarta-feira (16), com publicação no Diário Oficial do Município. Na mesma edição foi divulgada a nomeação de Leonardo William Casal Santos como o novo subprefeito da Lapa.

Santos, que atendeu a imprensa em seu primeiro dia na Rua Guaicurus, 1000, morou nos Estados Unidos, entre 2005 e 2010, quando atuou em empresas privadas do setor de alimentos. Ao voltar para o Brasil, foi assessor de comunicação institucional da Subprefeitura da Lapa entre 2010 e 2012. Depois passou pela Secretaria do Trabalho, onde coordenou o Programa TecReg do Governo do Estado e foi assessor de gabinete do Secretário-Adjunto. Na Câmara, trabalhou como assessor parlamentar no gabinete do vereador Ricardo Young (PPS) em 2013, e nos últimos dois anos como chefe de gabinete de Soninha Francine (PPS), tanto na Câmara quanto na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS). O subprefeito afirma continuar o trabalho de seu antecessor. “Tenho uma missão pela frente que é dar sequência ao trabalho sério que está sendo feito aqui na Subprefeitura e que foi conduzido de maneira responsável e inovadora pelo Carlos, que colocou sua experiência administrativa a serviço da comunidade lapeana”, diz.

Atualmente morador da Vila Ipojuca, Leonardo Santos está há 17 anos na região e já residiu em Perdizes e na Vila Romana. Ele afirma que irá fazer um reconhecimento de sua área para definir as prioridades de 2019. “Ano passado o prefeito conseguiu resolver algumas questões de orçamento, o que nos dá um respiro maior para esse ano na questão de investimentos. Quero fazer um reconhecimento da região, não em seis ou dois meses, mas em uma semana para assim ver o nosso orçamento de 2019 e como iremos realizar os gastos, trazer parcerias e dialogar com os vereadores que são atuantes na região”, declara.

Santos afirma que quer potencializar o trabalho de adoção de praças que já estava em andamento na Subprefeitura da Lapa. Outra ação que quer implementar, e que surgiu a partir de uma conversa com o vereador Reginaldo Tripoli (PV), é realizar uma campanha para que os moradores em situação de rua possam utilizar o endereço do CTA da Lapa para que seus animais de estimação sejam castrados nos mutirões gratuitos que são realizados pela Prefeitura.

O subprefeito também falou que vai acompanhar de perto as grandes questões ligadas à transformação da Lapa, como o PIU Vila Leopoldina/Villa-Lobos, a Operação Urbana Consorciada Água Branca e a potencial saída da Ceagesp da região.

Questionado se Bruno Covas investirá na bandeira da zeladoria, da mesma forma que João Doria pretendeu em sua gestão, Santos afirma que essa preocupação é constante no executivo. “Independente de quem seja, a zeladoria sempre é importante no mandato de qualquer prefeito, porque ela é a primeira impressão que o cidadão tem quando abre a porta de casa e vê a limpeza da rua, das calçadas, a conservação do asfalto. Mesmo não tendo mais o Cidade Linda, a zeladoria é sempre uma preocupação, inclusive do prefeito Bruno Covas. É como o cidadão vê a gestão”, declara.

Balanço

Divulgação
Carlos Fernandes e Leonardo Santos

Carlos Fernandes deixa a Subprefeitura da Lapa com 46 praças adotadas e obras como o talude da Avenida Presidente Altino, requalificação da Rua Conrado Moreschi, reforma da calçada na Rua Catão e limpeza do Córrego Água Branca. Fernandes empenhou em obras R$ 3,6 milhões provenientes de emendas parlamentares e arrecadou para o Tesouro mais de R$ 16 milhões através de multas de fiscalização. “Deixo uma região melhor do que encontramos em janeiro de 2017, com um empenho sem igual dos nossos servidores e a colaboração da sociedade civil da Lapa, sempre muito presente e atuante”, diz Fernandes.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA