A vida na cidade

0
1401

Zelar significa cuidar, olhar, preocupar-se, proteger. Atender com respeito e dedicação a população de São Paulo é o papel das 32 subprefeituras, que fazem os serviços de zeladoria da cidade. Para Bruno Covas, o mais jovem prefeito paulistano, a cidade pertence às pessoas e, por essa razão, deve ser acolhedora e humanizada. A prefeitura na sua nova fase trabalhará duro para que os 12 milhões de habitantes que circulam e dão vida a essa metrópole moderna e desafiadora se sintam confortáveis e seguros para ocupar as suas ruas, parques, ciclovias, mercados, feiras e muitos outros espaços públicos destinados ao munícipe.

Depois de muitos anos, São Paulo terá um plano de metas para o biênio 2019-2020 em que a zeladoria tornou-se central para a gestão da cidade. O prefeito Bruno Covas atento ao bem estar e às necessidades da população triplicou o orçamento da área, que passou de R$ 500 milhões para R$ 1,5 bilhão. O valor será destinado para manter a cidade limpa; melhorar a mobilidade e acessibilidade das calçadas e a qualidade das vias públicas; intensificar os serviços de tapa buraco, manutenção de guias e sarjetas, limpeza de piscinões, córregos e galerias, poda e remoção de árvores; e revitalizar praças e canteiros.

A prefeitura tem modernizado a gestão de zeladoria para avançar no planejamento, organização e execução dos serviços. O que permite atender cada vez mais e melhor o povo paulistano.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA