Conselho gestor vota apoio a movimento de UBS

0
667

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Reunião do Conselho Gestor da Supervisão Técnica de Saúde Lapa/Pinheiros

Na reunião extraordinária do Conselho Gestor da Supervisão Técnica de Saúde Lapa/Pinheiros, realizada na segunda-feira (29), os 17 conselheiros presentes votaram o apoio ao movimento de usuários e trabalhadores da UBS Jardim Vera Cruz que são contrários à gestão do equipamento pela Organização Social (OS) Associação Saúde da Família (ASF). A votação teve nove votos favoráveis ao movimento, sete contrários e uma abstenção.

Dois postos serão geridos a partir de agosto pela OS, a UBS Jardim Vera Cruz e Vila Romana, e os funcionários e usuários temem que a chegada de gerentes da ASF impacte no fluxo do trabalho e qualidade dos atendimentos.

No caso da UBS Jardim Vera Cruz, os usuários afirmam que o trabalho desenvolvido na unidade é satisfatório, o que não justifica a mudança na gestão apenas para cobrir os funcionários administrativos (AGPP – Assistentes de Gestão de Políticas Públicas) que estão desfalcados. Na UBS Vila Romana, segundo trabalhadores da unidade, além dos AGPPs, também faltam profissionais da saúde, em decorrência de não terem sido repostos funcionários que se aposentaram. Um abaixo-assinado realizado por usuários da UBS Jardim Vera Cruz, contrário à gestão da OS, já conta com mais de mil assinaturas.

Segundo a Supervisão Técnica de Saúde Lapa/Pinheiros, no território existem 38 AGPPs, quando a demanda é de 104 funcionários. A supervisão também afirma que, independente de uma UBS ser da administração direta ou gerida por uma OS, a Prefeitura realiza o acompanhamento do trabalho nos dois casos.

Coletivos da região manifestaram que o caso deve ser levado à Câmara Municipal.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA