Furtos no cemitério da Lapa continuam

0
934

Foto: Divulgação

Divulgação
Familiares relatam que placas de bronze ainda são subtraídas dos túmulos

Os furtos de placas dos túmulos no Cemitério da Lapa voltaram a incomodar familiares. No domingo (4) foi relatado que mais placas de bronze foram removidas.

Com um projeto em tramitação na Câmara, de conceder para a iniciativa privada a administração de cemitérios e do Serviço Funerário, faltam investimentos na estrutura do Cemitério da Lapa. Moradores cobram mais segurança no entorno para evitar os crimes que costumam ocorrer no período noturno quando não há nenhum funcionário no local.

A Guarda Civil Metropolitana informa que o policiamento é feito diariamente por meio de rondas nos cemitérios, funerárias e velórios, visando a proteção do patrimônio público e o combate aos crimes de oportunidades. Afirma ainda que em 2018 foram realizadas 13.759 rondas, média de mais de 1.000 por mês. Neste ano, entre janeiro e junho, foram realizadas 3.739 rondas, com o encaminhamento de 36 pessoas aos distritos policiais. Nestas ações, a GCM recuperou 11 estátuas e 638 peças de bronze em 25 ocorrências registradas. Durante o período noturno, após o encerramento do expediente, a GCM, juntamente com a Polícia Militar, realiza rondas no entorno do cemitério. Afirma também que os objetos recuperados estão custodiados na administração do cemitério, e os itens ficam disponíveis e no aguardo de reconhecimento e retirada pelos proprietários.

A Prefeitura informa que o Serviço Funerário do Município de São Paulo concluiu em junho um projeto, em parceria com a GCM, para instalar câmeras nas Agências Funerárias da capital. A licitação para colocação dos equipamentos nos cemitérios está em curso.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA