Conseg Leopoldina participa de reunião com escolas de samba

0
631

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Aproximação da comunidade com escolas de samba foi um dos temas do encontro

Jairo Glikson, presidente do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) da Vila Leopoldina esteve na Subprefeitura Lapa na quinta-feira (17) para participar de uma reunião com representantes das escolas de samba Império Lapeano e Pérola Negra, ambas com sede embaixo do Viaduto Miguel Mofarrej. A reunião foi marcada após moradores terem levado ao Conseg reclamações de barulho por conta de uma festa da Pérola Negra, que teve uso de fogos de artifício. João Alexandre, diretor da escola de samba, afirma que aquele foi um episódio isolado, e que todos os eventos acabam às 22h. Disse também que a Pérola Negra está no local desde dezembro de 2018, com ensaios todas as quartas-feiras, e nunca tiveram outras reclamações além dessa festa.

O subprefeito da Lapa Leo Santos falou da importância de ter várias escolas de samba na região. “Nossa administração é a favor e incentiva a ocupação de espaços públicos, seja com ações de grafite, eventos em praças ou apresentações de escolas de samba. Vamos testando e quando tem reclamação fazemos os ajustes necessários”, disse. Santos também afirma que irá avaliar melhorias na zeladoria, como iluminação, para tornar o entorno das escolas de samba mais seguro e convidativo para os vizinhos. “É um trabalho alinhado com o que já está em andamento, de mapear e tornar a Lapa um polo cultural”, completou.

Outro assunto da reunião foi o Carnaval de Rua 2020. Está em discussão na Secretaria Municipal de Cultura (SMC) que a Avenida Professor Doutor Gastão Vidigal seja uma das vias escolhidas para receber os megablocos, da mesma forma que aconteceu este ano na Avenida Marquês de São Vicente, que deverá repetir a experiência de ser palco dos grandes desfiles de rua no ano que vem. Para que a Avenida Professor Doutor Gastão Vidigal receba os megablocos, é preciso que sejam finalizadas as obras na Ponte do Jaguaré e Viaduto Miguel Mofarrej, para normalizar o trânsito na região. Também é necessário estudar como realizar a festa sem prejudicar a operação da Ceagesp, que é diária e ininterrupta. Nos próximos meses a SMC irá divulgar os blocos autorizados para os três períodos de Carnaval, incluindo o pré e o pós, bem como os trajetos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA