Subprefeitura apresenta balanço do segundo semestre de 2019

0
489

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Leo Santos apresenta ações e obras realizadas pela subprefeitura no segundo semestre de 2019

Leo Santos, subprefeito da Lapa, realizou uma apresentação na quarta-feira (15) do balanço de ações do segundo semestre de 2019. De julho a dezembro, a subprefeitura realizou e apoiou 36 eventos na região, de diversas modalidades como cultura, saúde, esporte e lazer. Foram emitidas 88 autorizações de filmagens e 130 termos para a realização de eventos em espaços públicos.

Foram feitas 1.567 podas, 302 remoções e 36 plantios, além do corte de 1.806.075 m² de grama. Também foram feitos 3.290 tapa-buracos, 1.514 reformas de boca de lobo e 76.826 m² de limpeza manual de córregos. Foram assinados 15 novos termos de cooperação, totalizando 70 praças e áreas verdes adotadas.

A Operação Cata-Bagulho recolheu 92.800 kg de materiais e as equipes de fiscalização removeram 459 faixas, 150 placas, 326 banners e 278.204 lambe-lambes. Durante o semestre, 29 veículos abandonados nas ruas foram removidos.

O orçamento atualizado do ano foi de R$ 42.029.806,05, sendo R$ 261.343,06 congelados e R$ 39.426.019,68 empenhados, com 60% dos recursos executados.

A praça de atendimento da subprefeitura, que realiza serviços de orientação para MEI, Adesampa, cadastros, cartão de estacionamento, carteira de trabalho, CCM, currículo, dívida ativa, IMO, IPTU, vagas, pendência de seguros, processos, seguro desemprego, SAV/isenção IPTU, senha web, SIGRC, Cate, entre outros, realizou 48.239 atendimentos de julho a dezembro.

Foram concluídas as obras de instalação de playground na Praça Desembargador Edgar Moura Bittencourt, manutenção dos degraus, muro de contenção e pintura na escadaria da Rua Ibuguaçu, manutenção da Praça Amadeu Decome, ajardinamento de ilha asfaltada na Rua Piracuama com Apinajés, manutenção da Praça Nicola Festa, contratação de projeto de drenagem para Vila dos Remédios, Jardim Marisa e Rua do Curtume, manutenção de calçada na Praça General Porto Carreiro, elaboração de projeto da parte elétrica, hidráulica e de manutenção geral da passagem da Rua Doze de Outubro e William Speers e instalação de playground na Praça Nova Lapa, entre outras. Em andamento estão a manutenção do CDC Sergio Souza Lopes (11 Garotos) na Rua Jamil Safady e a obra de adequação das instalações para combate a incêndios no Mercado da Lapa.

Após a apresentação, o subprefeito foi questionado sobre a possibilidade de melhorias de trânsito no entorno da Praça Cornélia, em decorrência de acidentes envolvendo frenagens bruscas dos ônibus. A moradora Margarete Oliveira questionou o motivo de um empreendimento na Praça Monsenhor José Maria Monteiro, na Vila Ipojuca, não ter tido estudo de impacto antes da sua realização. Ela criticou o excesso de ruído da obra e demonstrou preocupação com o impacto no bairro e no trânsito após sua conclusão. Leo Santos explicou que o alvará da obra foi dado pela Secretaria Municipal de Licenciamento (SEL), e não pela Subprefeitura Lapa. Afirmou ainda que, até o momento, não foram encontrados motivos que justificam a paralisação da obra.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA