Educadores vão conversar com idosos para combater solidão

0
430

Foto: Divulgação/Museu do Futebol

Divulgação/Museu do Futebol
Museu do Futebol fica dentro do complexo do Estádio do Pacaembu

A Prefeitura entregou na quarta-feira (1º) o Estádio do Pacaembu que foi preparado para receber 200 leitos e funcionar como hospital de campanha. Os primeiros pacientes devem ser encaminhados ao local neste final de semana e a unidade será administrada pelo Instituto Social do Hospital Israelita Albert Einstein.

Enquanto isso, o Museu do Futebol, localizado no mesmo complexo, está fazendo sua parte no cenário de pandemia de uma forma diferente. Com o projeto Revivendo Memórias #EmCasa os educadores do museu vão conversar com idosos por telefone ou videochamada, com o objetivo de combater a solidão entre o maior grupo de risco do coronavírus, já que a letalidade da doença tem demonstrado ser maior entre as pessoas que têm mais de 60 anos.

As conversas serão realizadas de terça a sexta-feira em dois horários, das 10h às 11h, e das 15h às 16h. Nas terças e quintas serão feitos atendimentos individuais, e nas quartas e sextas serão atendidas casas de repouso e entidades sociais que atendam outros grupos fragilizados, como pessoas com deficiência e pessoas em situação de vulnerabilidade.
O museu já realizava em parceria com o Hospital das Clínicas o atendimento a pessoas com a doença de Alzheimer. Com o surgimento do novo coronavírus e a necessidade de isolamento social, a instituição resolveu ampliar a iniciativa.

Para agendar a conversa o solicitante, que pode ser o próprio idoso ou seu cuidador, deve entrar em contato pelo e-mail agendamento@museudofutebol.org.br ou pelo telefone (11) 99113-0226, de segunda a sexta, das 9h às 12h. No caso de entidades, devem ser informados também o perfil do público atendido e quantas pessoas participarão da atividade.

O Museu do Futebol também tem 14 exposições virtuais disponíveis na plataforma Google Art&Culture, o banco de dados online do Centro de Referência do Futebol Brasileiro (CRFB) e continuará com novas iniciativas em suas redes sociais.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA