Vizinhos de hospital reclamam de descarte incorreto de máscaras

0
521

Foto: Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook
Lixeira sobrecarregada e com máscaras próxima ao Hospital Metropolitano

Moradores da Vila Romana que são vizinhos do Hospital Metropolitano reclamam nas mídias sociais do descarte de máscaras em lixeiras da Rua Marcelina e entorno por pessoas que saem do hospital. Com o risco de transmissão do coronavírus, eles também criticam a demora de vários dias paras as equipes de limpeza da Prefeitura passarem na via e recolherem o lixo acumulado nas lixeiras.

Em nota, o Hospital e Maternidade Metropolitano Lapa esclarece que intensificou as ações educativas por meio de orientações pessoais e sinalizações sobre o descarte adequado de itens, bem como aumentou a quantidade de lixeiras nas dependências e no entorno da unidade.  A instituição reforçou o seu compromisso com o bem-estar da comunidade.

A Ecoss Ambiental, responsável pela limpeza urbana na região, solicita a colaboração da população. No sábado (25), a empresa divulgou fotos do PEV (Ponto de Entrega Voluntária) que fica na Praça John Lennon, próximo ao Pelezão, onde foram encontrados materiais recicláveis misturados com lixo doméstico. Segundo a prestadora de serviço, a quantidade de lixo reciclável aumentou neste período de quarentena, mas não basta que os moradores apenas separem os materiais. É preciso destinar os resíduos corretamente. A coleta seletiva é realizada por outra empresa, a Loga, que recolhe os recicláveis que podem ser deixados em frente das casas às sextas-feiras, por volta das 11h30.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA