Hospital no Pacaembu completa um mês de funcionamento com mais de 500 pacientes recebidos

0
216

Foto: Divulgação

Divulgação
Equipe celebra aniversário de paciente internada no HMCamp Pacaembu

O Hospital Municipal de Campanha (HMCamp) do Pacaembu completou na quarta-feira (6) seu primeiro mês de atendimento exclusivo à pacientes com o novo coronavírus. A unidade é o primeiro hospital de campanha montado em um estádio de futebol na cidade de São Paulo, através da parceria da Prefeitura e do SBIBAE – Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein que administra a instalação. O HMCamp já recebeu 567 pacientes, teve 324 altas e um óbito.

Atualmente 520 profissionais de saúde atuam no local com uma estrutura física composta por 200 leitos de baixa e média complexidade, além de 10 leitos para estabilização com funcionalidade de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para os casos mais graves. No equipamento também são feitos exames de diagnóstico por imagem sendo que em um mês foram realizados 259 radiografias de tórax e abdômen, 25 ultrassonografias e 264 tomografias computadorizadas.

Segundo o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, os hospitais de campanha foram criados para ampliar o número de leitos hospitalares na capital e contribuir para o atendimento imediato e inicial da doença para o não agravamento do quadro da pessoa diagnosticada com a Covid-19.

Andrea Albuquerque, enfermeira e esposa de um paciente que esteve internado no Pacaembu por quatro dias, elogiou o atendimento. “Essa doença não é brincadeira. Em poucos dias, tivemos um caso de morte na família e mais de cinco pessoas contaminadas. Os médicos ligavam todos os dias para informar o estado de saúde. Percebi que as equipes estão muito capacitadas, mesmo sendo uma doença nova para todos”, relata.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA