Derrota do empreendedorismo

0
640

Foram mais de 75 dias de muita agonia e desalento que muitos empresários passaram vendo seus negócios arruinarem por conta de um vírus mortal. Muitos se apoiaram e dependeram das decisões dos nossos governantes que infelizmente demonstraram serem incapazes de lidar com uma situação de guerra.

A Associação Comercial de São Paulo amparou desde o início as medidas de restrições às atividades econômicas determinadas pela Prefeitura. Compreendemos a necessidade do município de ganhar tempo para preparar o setor de saúde, mas advertimos que o tempo do isolamento deveria ser o menor possível.

Também pleiteamos medidas de apoio fiscal aos contribuintes para amenizar as dificuldades, mas as sucessivas prorrogações do prazo das restrições provocaram muitos prejuízos às empresas e aos seus colaboradores.

Desanimamos quando o Prefeito lançou um Decreto criando muitas burocracias às vésperas da abertura anunciada pelo Governador, que incluía a Capital na área que poderia permitir a reabertura de algumas atividades. Reativamos o comércio e escritórios apenas em 10/06.

Precisamos agora incentivar o consumo e privilegiar as pequenas empresas existentes no nosso bairro e entorno. Serão elas que abrigarão a maioria da mão de obra desamparada. Aprendemos muito e vamos sair desta derrota vencendo esta batalha o mais breve possível.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA