Coletivo realiza balanço de primeiro ano de ações em praça

0
210

Foto: Reprodução/Pinterest

Reprodução/Pinterest
Praça Cornélia em 1939

Com a campanha para formar um memorial, iniciativa do Coletivo da Praça Cornélia e do Jornal Gente, muitas pessoas têm comentado sobre a importância da praça e reclamado sobre problemas de zeladoria e segurança.

Essas reclamações foram as mesmas que uniram o coletivo, que realizou seu primeiro encontro presencial em 24 de outubro de 2019. “O objetivo principal do Coletivo é a ocupação da praça pelos moradores do bairro e usuários através de uma cultura de paz, diálogo e responsabilidade compartilhada, prezando pela sustentabilidade e preservação do meio ambiente, para o lazer e diversão de todos”, explica Kátia Braga, integrante do grupo.
Desde que foi criado, o coletivo realizou o cadastramento do comitê de usuários junto à subprefeitura, para fiscalizar e atuar pela  manutenção e conservação da área conforme as leis de gestão participativa das praças. O coletivo vem empenhando esforços na coleta de assinaturas para a iluminação da praça e para a utilização de um dos canteiros para ser transformado em Espaço do Pet, com cercado para cachorros e seus tutores.

Considerando o cenário da Covid e o isolamento social desde o final de março, o coletivo não parou as atividades e continua a coleta das assinaturas com o abaixo assinado digital para a iluminação (http://chng.it/7Zvbfbz7pk) e logo mais iniciará a coleta de assinaturas também de forma on-line para o Espaço do Pet. “Essa legislação ainda é recente, mas é muito importante que os moradores do bairro e usuários da praça conheçam e apoiem as ações do Coletivo, principalmente porque o Comitê foi formado para representá-los junto ao poder público, afinal a praça é um patrimônio público para ocupação e utilização dos cidadãos. Este é o caminho para a revitalização, cada cidadão precisa fazer a sua parte. Já se foi o tempo de achar que é somente papel da subprefeitura cuidar da praça ou mesmo responsabilizar os políticos”, completa Kátia.

Quem tiver fotos de momentos registrados na Praça Cornélia e quiser contribuir com o memorial pode enviar o material pelo e-mail redacao@jornaldagente.inf.br ou WhatsApp (11) 97548-7636.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA