Moradores têm prejuízo com telhados após perseguição policial

0
343

Foto: Divulgação

Divulgação
Telhados danificados após serem utilizados como rota de fuga

Após um assalto na agência do Banco do Brasil localizada na Rua Guaipá, no dia 10 de novembro, um grupo de moradores se mobilizou para criar um abaixo-assinado pedindo providências para a criação de medidas protetivas para a vizinhança. O documento conta com 62 assinaturas.

Os vizinhos, sobretudo dos imóveis que ficam atrás da agência, afirmam que pelo fato da maioria das casas serem térreas, isso propicia sua utilização como rota de fuga. A ocorrência do início do mês resultou em danos nos telhados. Um dos criminosos chegou a cair no jardim de uma das casas e fez a moradora abrir o portão para que ele pudesse fugir. Já a casa ao lado foi invadida por quatro envolvidos no assalto e uma avó e netas tiveram que ficar trancadas no banheiro da residência sob muito estresse.

Os moradores já iniciaram os reparos dos telhados que foram danificados durante a perseguição policial, por causa da proximidade do período de chuvas, e afirmam que “seria uma iniciativa interessante, de baixíssimo custo financeiro para o banco, mas de altíssima vantagem para a imagem do Banco do Brasil entrar em contato com os moradores e oferecer o ressarcimento imediato destes custos, uma vez que para os residentes estes valores são importantes”.

A Diretoria de Segurança Institucional do Banco do Brasil respondeu aos moradores que as devidas análises da ocorrência já estão sendo feitas, e as medidas protetivas necessárias serão adotadas para garantir a segurança do local e vizinhança. Porém, o ressarcimento pelos danos não foi mencionado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA