Definições

0
897

Passadas as eleições, hora de voltar para a vida normal, ou melhor dizendo, tivemos que voltar para a vida do novo normal, já que na terça-feira (1º) o Governo anunciou que todo o Estado deveria voltar à fase amarela do Plano São Paulo, diante do aumento de casos de Covid-19 e internações. A fase prevê mais restrições ao comércio, mas não o seu fechamento.

Difícil dizer se isso é de fato efetivo, já que mesmo quando a ordem era de fechamento, alguns estabelecimentos não pararam de funcionar e outros não respeitaram o limite máximo de pessoas ou qualquer medida de distanciamento social. Nesse ponto que estamos, a consciência sobre como deveríamos agir já deveria estar enraizada. Por mais que a maioria das pessoas teve a sorte de conseguir se recuperar ou apenas apresentar sintomas leves, não podemos esquecer que vivemos em sociedade e nossas ações impactam os outros. O simples ato de pegar o elevador pode ser suficiente para contaminar alguém que é do grupo de risco e que poderá ter consequências mais graves. A crise não acabou, devemos manter o máximo de cuidado possível.

Voltando à questão das eleições, o resultado foi o esperado, como previam as pesquisas. Teremos a continuidade da gestão. Com o fim das restrições do período eleitoral, os órgãos municipais voltaram a divulgar suas ações e agendas. Na próxima segunda-feira (7) irá acontecer uma discussão muito importante sobre o orçamento da Subprefeitura da Lapa em 2021. O evento será de forma on-line e isso é um bom motivo para mais pessoas participarem. Nas etapas anteriores, que também foram feitas de forma virtual, prioridades importantes foram apontadas, entre elas a necessidade de reservar recursos para a reforma do Hospital Sorocabana. É um bom momento para pressionar o poder público sobre o tema, já que parte do hospital foi reaberta com a pandemia. É preciso agir de forma estratégica pois o próximo ano, do ponto de vista econômico, não indica que será fácil.

Neste fim de semana também teremos a tradicional Jornada do Patrimônio, um evento cultural muito interessante para conhecer a história da cidade ou mesmo do bairro em que vivemos. Quem já teve a oportunidade de viajar para cidades antigas, aqui ou em outro país, sabe da importância de preservar o patrimônio e como isso enriquece os lugares. Devemos fazer o mesmo por aqui. A transformação é inevitável. Imóveis e empreendimentos novos surgem a cada esquina, mas isso não significa que eles não possam coexistir com aqueles cujo valor vai além da sua materialidade. A Câmara que elegemos irá discutir isso em 2021 e pode facilitar a preservação ou abrir o caminho para uma cidade que não dá o devido valor ao seu passado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA