Bairro quer redutor de velocidade

0
858

Foto:

Radar instalada na Rua Duarte da Costa

JOSÉ DE OLIVEIRA JR. REPÓRTER

As comunidades de Vila Leopoldina e City Lapa querem a instalação de sinalização para que os carros reduzam a velocidade em 40 quilômetros por hora. Também solicitam radares móveis em várias ruas, como aconteceu na Praça John Lennon e na Rua Duarte da Costa, que trouxe benefícios aos moradores dessas localidades. Por conta dessas medidas, veículos não utilizam mais essas vias locais como rota alternativa para a estrada Anhangüera.
Contudo, muitos motoristas do bairro que receberam multas reclamam do redutor de velocidade. “Os donos de carros só respeitam se doer no bolso”, disse Gláucia Mendonça Prata, do Movimento Popular de Vila Leopoldina. Sua opinião é compartilhada pela moradora Marilena Prospero, que mora no cruzamento da Rua Curupaiti com Barão da Passagem. Nesta esquina, foi instalado um radar bifásico, que é desrespeitado pelos motoristas. Para piorar, os caminhões continuam a atravessar o bairro, o que é proibido. “É necessário instalar a sinalização de solo, indicando a proibição da ultrapassagem. É urgente colocar os radares móveis em ruas estratégicas para evitar o abuso de motoristas”, reclama Marilena, denunciando que carros estão parando em cima das faixas de pedestre.
Os moradores da Rua Bergson, no Parque da Lapa, e da Rua Ponta Porá, na Vila Ipojuca, também reclamam dos motoristas. Eles também pedem o auxílio do radar móvel e uma nova sinalização para coibirem os abusos de trânsito. O radar eletrônico utiliza raio laser para levar a informação ao computador, que manda fotografar e registrar o veículo em velocidade acima de 40 quilômetros por hora. As informações servem como prova para a autuação e a multa ao infrator.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA