Fundação Bunge inicia recuperação de acervo

0
969

Voluntárias do Centro de Memória da Fundação Bunge iniciaram o restauro de documentos do Museu Maria Soldado da Sociedade Veteranos de 32, na última terça-feira, 12. O acervo histórico da Revolução Constitucionalista está instalado, e aberto ao público, no prédio do Núcleo Lapa da Associação Cívica Sociedade Veteranos de 32 – MMDC, que fica no anexo do Colégio Santo Ivo, no Alto da Lapa. Lá as voluntárias recuperam os documentos e, ao mesmo tempo, passam as técnicas de restauro à diretoria do Núcleo.
Segundo a historiadora e diretora da biblioteca do MMDC, Margarida Rosa de Lima, os primeiros contatos com a fundação foram feitos em agosto do ano passado, durante a Jornada Cultural, onde profissionais do Centro de Memória estiveram no colégio para falar sobre a recuperação de documentos históricos.
Para o coordenador do Núcleo e diretor do Colégio Santo Ivo, José Carlos de Barros Lima, o trabalho é importante porque resgata a memória Constitucionalista, que faz parte da nossa história. “É um trabalho excepcional”, declarou Barros Lima.
As recuperações dos documentos serão realizadas todas as segundas-feiras por três voluntárias da fundação, que também estarão ensinando as técnicas de restauro a outros interessados em aprender como se recuperam documentos antigos. “Pela manhã elas fazem a parte da hemeroteca, com higienização e preservação de recortes de jornais e revistas. O período da tarde é dedicado à parte iconográfica, que são as imagens e fotos antigas”, conta Margarida.
A coordenadora do Centro de Memória da Fundação Bunge, Daniela Juaçaba, contabilizou cerca de quatro mil documentos que precisam passar pelo trabalho de restauração. “Temos fotografias, slides, cromos, negativos e também livros, fotos, anúncios, reportagens e clips para recuperar. Vamos trabalhar oito horas, uma vez por semana, para recuperar o acervo. Até o fim do ano 20% desse material deve estar organizado e conservado”, explica Daniela. Quem quiser atuar como voluntário e aprender a técnica de restauro, gratuitamente, é só entrar em contato com o Centro de Memória da Bunge. Telefone: 3741-3183.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA