14 equipes da Lapa na Gincana

0
606

Foto:

Grupos saíram do clube em baixo de chuva para a corrida por pontos estratégicos da região

A primeira edição da Gincana
São Paulo Cidade Incrível realizada pela Secretaria de Esportes, Lazer
e Recreação, nas 31 subprefeituras, deveria começar às 8h da manhã, do
domingo (13), em toda a cidade. Mas a chuva e a interdição de pontes e
de um trecho da Marginal Tietê (para obras) contribuiu para o atraso da
primeira prova (regional) da corrida por pontos estratégicos da fase
regional na região da Subprefeitura da Lapa.
A primeira fase da disputa aconteceu no Pelezão onde a gincana teve
início uma hora após o horário anunciado pelos organizadores do evento.
Apenas uma equipe, a 751 – Amigos para Sempre, conseguiu chegar antes
das 8h. Das 20 equipes inscritas, 14 conseguiram chegar ao clube, na
manhã do domingo, 13.
A primeira prova foi a corrida por pontos estratégicos da região
(Teatro Cacilda Becker, Tendal da Lapa, Mercado e Subprefeitura) onde
as equipes que fizeram o menor tempo ganhavam pontos. Da disputa
regional, três foram para a etapa final no Vale do Anhaguabau. As três
equipes da Lapa disputaram com outras subprefeituras. Mais de 500
equipes, totalizando cerca de três mil participantes, se inscreveram na
gincana e arrecadaram duas toneladas de alimentos para doação à
instituições de apoio a pessoas carentes. Após doze horas de
atividades, Santo Amaro levou a melhor, vencendo da disputa.
Para o supervisor de Esportes e coordenador da Gincana, Celso
Goldenberg, apesar da chuva, 93 equipes foram para o Anhangabaú (três
delas da Lapa). “Por causa da chuva tivemos que atrasar o início da
prova. Tivemos alguns erros. Para a edição do ano que vem vamos
repensar algumas brincadeiras e melhorar a gincana”, promete Goldenberg.

SOB NOVA
A administração dos Clubes Municipais, entre eles o Pelezão, volta para
a Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação a partir de 1º de janeiro
de 2010, segundo o supervisor de Esportes, Celso Goldenberg. Até lá, a
Subprefeitura é que responde pelo Pelezão.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA