Ciclovia da Ponte dos Remédios é aberta ao público

0
2633

Foto:

Ciclovia ligará os parques dos Remédios e Leopoldina Orlando Villas Bôas

A ciclovia da Ponte dos Remédios foi aberta ao público na terça-feira, 21. São 2.200 m² de sinalização horizontal, 38 placas de trânsito (indicando a circulação exclusiva de bibicletas, regulamentação e de advertência) e 688 gradis de proteção. Com isso, a cidade passa a contar, no total, com 349,7 km de vias destinadas aos ciclistas. São 600 metros de extensão que passam por cima da Marginal do Rio Tietê, entre a rua Silva Airosa e a Avenida dos Remédios. Futuramente, a via ligará as regiões das Vilas Jaguara e Leopoldina.

Iremar Pedro mora no Jardim Helena Maria (Osasco) e trabalha no Ceagesp. “Para mim, facilitou muito. O trajeto que faço é muito mais rápido”, explica o carregador de frutas. Outro que usa diariamente a ciclovia para ir e voltar do trabalho é Bruno Carvalho, assistente de cobrança, que mora na Vila dos Remédios e trabalha na Leopoldina. “Meu exercício do dia-a-dia está garantido”, assegura.

A travessia de ciclistas em pontes e viadutos sobre as Marginais dos rios Tietê e Pinheiros está recebendo atenção especial pela SMT/CET. No final do ano passado, a secretaria de Transportes apresentou uma proposta para a construção de ciclovias e ciclopassarelas para 12 das 28 pontes existentes nas Marginais. A travessia das vias expressas é parte importante dos estudos da engenharia de tráfego paulistana. Outras pontes que também possuem o serviço são a das Bandeiras, Jânio Quadros e V.Guilherme, entre outras.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA