Carlos Fernandes fala dos seus 100 dias na Prefeitura Regional

0
2998

Foto: Tiago Gonçalves

Tiago Gonçalves
Mais de 60 empresários e lideranças participaram do café promovido pelo Jornal da Gente em parceria com o buffet Yano e ACM Lapa

O prefeito regional da Lapa Carlos Fernandes participou de um Café com a Comunidade na quinta-feira (27), encontro realizado pelo Jornal da Gente na ACM Lapa, com apoio do Yano Gastronomia. Ele foi escolhido pela gestão Doria para ser o responsável por uma região complexa, com diversos conflitos, e moradores bastante atuantes no que diz respeito às suas demandas.

Sobre os 100 dias de sua gestão, Fernandes ressaltou as ações do Cidade Linda com o trabalho de tapa-buracos, corte de grama, poda de árvores, varrição e limpeza de bueiros. Falou do plano de acessibilidade para a Lapa que está em desenvolvimento pela SPTrans e do trabalho com engenheiro João Felix da CET para revisar ciclovias na região. Citou o Lapa em Ação que promoveu exames de saúde na região da Rua Doze de Outubro e a ocupação de praças por entidades como a Comid para eventos culturais e comunitários.

Entre os próximos projetos está um programa de conscientização do descarte irregular de lixo no Jaguaré e a criação de pequenos ecopontos por toda a Lapa. Já entre os desafios está o barulho e perturbação de vizinhos de faculdades, casas noturnas e do Allianz Parque. Jupira Cauhy, do Grupo Gestor da Operação Urbana Consorciada Água Branca, e Maria Antonietta de Lima e Silva, da Associação dos Moradores e Amigos da Vila Pompeia, propuseram que os responsáveis pelos eventos deveriam destinar recursos para subsidiar o trabalho da prefeitura, que atua tanto na organização como na limpeza. Antonio Monteiro, presidente do Conseg Perdizes, relata ocorrências simultâneas, com eventos no Allianz Parque e pancadões na PUC e Uninove que sobrecarregam o trabalho da prefeitura e da polícia.

Paulo Murad, diretor jurídico do Sindicato do Comércio Atacadista de Flores e Plantas do Estado de São Paulo falou sobre os conflitos da possível saída da Ceagesp e Arnaldo Jardim, secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, presente no encontro, afirmou que a secretaria está discutindo uma solução tanto para o imóvel quanto para o entorno.

Fernandes aguarda a liberação de quase R$ 6 milhões provenientes de emendas parlamentares para equilibrar o orçamento da Lapa. “Vamos fazer uma São Paulo melhor, que é o projeto do prefeito Doria e desejo de todo mundo na cidade”, encerra o prefeito regional.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA