Comissão de Idosos da Lapa comemora um ano de atividades

1
2600

Foto: Maria Isabel Coelho

Maria Isabel Coelho
Comunidade e membros da Comid celebram o primeiro ano de atividades do grupo

A Comissão de Idosos da Lapa (Comid Lapa) reuniu idosos e convidados para a comemoração de um ano de atividades, na quarta-feira, 10, no Núcleo do Idoso instalado no Centro de Memória e Convívio da Lapa (antiga Biblioteca Cecília Meireles) da Rua Araçatuba, 522. A idealizadora da Comid, Márcia Lucchesi lembra que a ideia surgiu quando o prefeito da época (Fernando Haddad) declarou que o Hospital Sorocabana seria um hospital de referência para idosos. “Depois da declaração do prefeito surgiram pessoas contrárias ao hospital para idosos, que queriam um hospital geral no Sorocabana. Acontece que o idoso da Lapa não tinha voz. No Fórum do Idoso da Lapa, no dia 28 de abril do ano passado, levei (a questão) ao conhecimento da população idosa para saber o que eles queriam. No dia 10 de maio realizei a primeira reunião na praça de alimentação do Shopping Center Lapa”, lembra Márcia sobre o início da Comid.

Desde o primeiro encontro, a bandeira do grupo é a luta para um espaço para o idoso no hospital. “Nossa reivindicação é um núcleo para idosos dentro do Sorocabana, com prevenção de doenças, curso para cuidadores, cuidados paliativos e toda parte social e de recreação”, revela. “Devido à divulgação pelo Jornal da Gente, surgiram outros tipos de atividades. Muita gente se aproximou da Comid para pedir encaminhamentos para cadeira de roda, para hospital, Programa de Acompanhante de Idoso (PAI) e outros para AMAs ou UBSs do entorno. Também fazemos parte da Rede de Proteção do Idoso porque tem muito idoso esquecido em cima de uma cama. A Comid está levando esses casos ao conhecimento do CRAS (Centro de Referência de Assistência social) para uma solução”.

Durante a campanha eleitoral, Márcia lembra que pediu a todos os candidatos à prefeitura para ajudar na reabertura do Hospital Sorocabana com um Núcleo para Idosos. “Foi assim que o prefeito regional da Lapa (Carlos Fernandes) nos chamou para criar o núcleo de idosos na Biblioteca Cecília Meireles. É um trabalho voluntário com atividades para o idoso sair de casa, conviver com outras pessoas e ter mais qualidade de vida”.

Mieko Akiyama e Vilma Maria são frequentadoras do núcleo. “Vim para cá através do Jornal da Gente. Vinha antigamente, há uns 10 anos, depois parou. Gostei que voltou com esse núcleo de atividades”, disse Mieko que sugeriu aulas de alongamento para quem não consegue acompanhar as de ioga. “Eu gostaria que tivesse alongamento também”, disse Vilma Maria durante a oficina de dicas para celular.

1 COMENTÁRIO

  1. Só acho que esse centro de idoso ai na rua Araçatuba é muito longe ´pra quem mora aqui na Lapa, eu mesma gostaria de frequentar, pois tenho 66 anos e preciso fazer alguma coisa na vida, mas já fui ai nesse lugar e achei muito longe para mim, deveria ter alguma coisa mais para o centro da Lapa, eu moro aqui no residencial Parque da Lapa, na Lapa de baixo e acho muito longe, é dificil caminhar tanto eu não consigo, gostaria de alguma coisa pra idosos mais perto daqui. obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA