Governo retoma obras da Linha 6-Laranja do Metrô

0
312

Foto: Divulgação

Divulgação
O governador João Doria na cerimônia de retomada das obras na Freguesia do Ó

Na segunda-feira (5) o governador João Doria anunciou a retomada das obras na Linha 6-Laranja do Metrô. O investimento previsto do projeto é de R$ 15 bilhões com a geração de 9 mil empregos. Quando for concluída, a linha deverá atender diariamente mais de 630 mil passageiros entre a zona norte e o centro da cidade.

Com uma extensão de 15,3 km, a linha vai ligar o bairro da Brasilândia até a estação São Joaquim, com 15 novas estações e integração para outras quatro linhas do Metrô e da CPTM. Atualmente o trajeto só pode ser feito por ônibus, em um tempo médio de 1h30. Com o Metrô o tempo será de 23 minutos. “Com a redução de mais de uma hora no deslocamento de uma ponta à outra da linha, milhares de pessoas terão mais tempo para passar com a família, com os amigos, para se divertir e estudar, por exemplo. É um impacto importante na qualidade de vida dos passageiros”, declara o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

A construção e a operação da linha serão feitas pelo grupo espanhol Acciona, líder do consórcio “Linha Universidade Participações S.A.” que adquiriu o direito que antes era do grupo Move São Paulo, formado pelas empresas Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC. As obras foram paralisadas em 2016, após um gasto de R$ 1,6 bilhão, quando as empresas do consórcio foram denunciadas na Operação Lava Jato e afirmaram que não possuíam mais crédito para o financiamento do projeto. A Move São Paulo permaneceu responsável pela conservação e preservação da segurança dos canteiros de obras e dos imóveis vinculados à concessão até o momento em que o Governo de São Paulo declarou a caducidade da PPP (Parceria Público-Privada).

A previsão é que a obra assumida pelo Acciona seja totalmente concluída em cinco anos. A concessão inclui também a aquisição de toda a frota, que deverá ter 22 trens, e a manutenção e operação pelo período de 19 anos.

Na terça-feira (6), o governador João Doria esteve no canteiro de obras da estação Freguesia do Ó para uma cerimônia da retomada do projeto. “É a maior obra de infraestrutura do Brasil e da América Latina do ponto de vista de investimento e de empregos diretos e indiretos. Um grandioso empreendimento aguardado com muita expectativa, não só pela população desta região da cidade, por todo Estado de São Paulo e obviamente pela retomada do emprego e a retomada da geração de renda tão importante no momento ainda de pandemia”, disse João Doria no evento.

As estações da Linha 6- Laranja são Brasilândia, Vila Cardoso, Itaberaba, João Paulo I, Freguesia do Ó, Santa Marina, Água Branca, Pompeia, Perdizes, Cardoso de Almeida, Angélica, Pacaembu, Higienópolis-Mackenzie, 14 Bis, Bela Vista e São Joaquim.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA