Casos de dengue aumentam na área da Sub Lapa

0
1464

Foto: Divulgação

Divulgação
Dia D de combate à dengue aconteceu no final de novembro

Dados divulgados pela Regional Oeste da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que abrange os bairros da Barra Funda, Lapa, Vila Leopoldina, Perdizes, Jaguaré e Jaguara, apontam um aumento nos casos de dengue, em quase todos os distritos da Subprefeitura Lapa, na semana epidemiológica que vai de 19 a 25 de novembro, a última contabilizada pela Prefeitura até o fechamento desta edição.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, os casos de dengue na Barra Funda subiram de 30 para 45; de 121 para 138 na Lapa; de 33 para 62 na Leopoldina; e de 136 para 219 em Perdizes. Apenas o Jaguaré e a Jaguara tiveram um número menor de ocorrências: de 51 para 42 no Jaguaré e de 52 para 46 na Jaguara.

De acordo com a SMS, a prefeitura tem investido fortemente no combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti. “Neste ano, já foram realizadas 4.972.322 ações de prevenção ao mosquito no município, tais como visitas casa a casa, vistorias a imóveis e pontos estratégicos, ações de bloqueios de criadouros e nebulizações, orientações à população, entre outras atividades específicas. Em todo o ano de 2022, foram realizadas cerca de 5 milhões de ações”, informa a nota encaminhada pela secretaria ao JG.

A Prefeitura ressalta que entre os principais investimentos na infraestrutura de combate à dengue, em 2022 e 2023, estão a ampliação da frota de veículos para transporte dos agentes de controle de endemias com incremento de 104 minivans; aquisição de 30 novos equipamentos de nebulização veicular; chamamento de concurso público para contratação de 703 servidores para a Rede Municipal de Vigilância em Saúde; importação direta de 15 mil litros de inseticida para nebulização (fumacê) contra o mosquito Aedes aegypti e aquisição e distribuição de 20 mil armadilhas de autodisseminação de larvicida em todas as regiões da cidade com histórico de maior incidência de casos da doença.

No final de novembro, foi realizado o Dia D de combate à dengue, com uma força-tarefa do poder público municipal no combate ao mosquito, que envolveu também a Secretaria das Subprefeituras.”Estamos potencializando as ações que já desenvolvemos ao longo do ano a fim de combater o mosquito transmissor da dengue neste momento de pré-sazonalidade, a fim de evitar o surgimento de novos casos da doença após o período de chuvas. Também focamos nosso trabalho nas ações educativas para disseminar informações por meio de exposições, atividades nas escolas e orientações casa a casa”, explica o coordenador da Vigilância em Saúde da SMS, Luiz Artur Caldeira.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA