População e Prefeitura Regional Lapa se unem contra Aedes aegypti

0
3035

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Umberto Sarti da Viva Leopoldina e o prefeito regional Carlos Fernandes discutem mutirão contra Aedes aegypti

Com o verão e as chuvas fortes é preciso redobrar os cuidados para evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Moradores e membros de associações realizaram uma parceria com a prefeitura regional Lapa para combater o mosquito na região. Serão distribuídos panfletos para a população com os sintomas das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e os cuidados para evitar criadouros. Também será disponibilizado um telefone para enviar denúncias de locais com o potencial de desenvolvimento das larvas. Já no dia 4 de fevereiro, um mutirão será realizado com caminhões e agentes da prefeitura, a partir da Avenida Mofarrej, para limpar as vias e eliminar lixo e entulho que podem acumular água.

Carlos Fernandes ressalta a importância da participação da sociedade. “É positiva a parceria entre população e poder público para resolver os problemas”, afirma.

O presidente da Associação Viva Leopoldina, Umberto Sarti, fala sobre a proposta que contou com o apoio de diversas entidades e empresários. “Tomamos a iniciativa de criar a campanha e envolver a sociedade. Temos que fazer a nossa parte e não só reclamar. A sociedade vai colaborar com a saúde, com a limpeza e com ela mesma. Ajudar a prefeitura a nos ajudar”, declara.

Na região, a Vigilância Ambiental Lapa / Pinheiros atua com ações de prevenção e monitoramento. Uma vez identificado o criadouro, o mesmo é eliminado mecanicamente pelos agentes e, em algumas situações, é realizado o tratamento químico pelo processo de nebulização.

Em 2016, na área compreendida pela Prefeitura Regional Lapa foram confirmados 263 casos de dengue, sendo a maior ocorrência em Perdizes com 94 infectados. Do vírus da zika foram relatados três casos positivos na Barra Funda e três em Perdizes. Em relação à febre chikungunya foi registrado um caso positivo na Jaguara e um na Lapa.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA