Cades discute plantio de mudas

0
665

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Carlos Fernandes na reunião mensal do Cades

Na reunião do Cades (Conselho Regional de Meio Ambiente Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz) da Lapa, realizada na segunda-feira (16) foi discutido o plantio de cerca de 70 mudas de árvores nativas e frutíferas para a inauguração do corredor de polinização da Lapa, na Avenida Doutor Gastão Vidigal, esquina com a Rua Major Paladino, próximo ao portão da Sabesp. O objetivo da ação é atrair espécies polinizadoras interligando os parques Orlando Villas-Bôas e Villa-Lobos.

A iniciativa é uma parceria entre diversos clubes do Rotary, do núcleo centro-oeste 1 do Departamento de Gestão Descentralizada (DGD), da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA), do Cades e da Prefeitura Regional da Lapa. O plantio será no dia 28 de outubro (domingo), das 9h às 12h. A população é convidada a participar do evento, que também contará com oficinas de compostagem doméstica, atividades recreativas de educação ambiental, distribuição de composto orgânico e piquenique colaborativo. Além das iniciativas de entidades, o munícipe que deseja plantar árvores em áreas públicas pode fazê-lo com a Campanha Permanente de Incentivo à Arborização da Cidade de São Paulo. É possível retirar até cinco mudas gratuitamente nos viveiros da cidade, com indicação da área onde pretende realizar o plantio, que deverá ser aprovada por técnicos da SVMA e prefeitura regional.

Podas
Sobre o mutirão da podas de árvores que está em andamento, em parceria com a Eletropaulo, Carlos Fernandes afirma que a ação tem sido de alta produtividade, e a regional contará com cinco equipes para o serviço até fevereiro. O objetivo do mutirão é diminuir a fila dos pedidos enviados pelo SAC (Sistema de Atendimento ao Cidadão). As equipes já passaram pela Lapa, Barra Funda, Perdizes e Vila Leopoldina, e seguem agora para a Jaguara. “Vamos cruzar dados das podas realizadas com os pedidos enviados pelo SAC e fazer um trabalho gerencial dos dados”, declara Fernandes. O prefeito regional também anunciou a limpeza na bacia de contenção do Jardim Humaitá e córregos próximos, serviço realizado pela última vez há oito anos. Fernandes publicará um edital para a aquisição do equipamento necessário, assim como para a contratação da equipe para o desassoreamento.

Outro projeto que está em andamento na Prefeitura Regional é a instalação do chamado “Ponto mais limpo”, na Avenida Mofarrej, próximo à escola de samba Império Lapeano. O local servirá para que a população entregue materiais inservíveis, de forma semelhante a um Ecoponto, porém com descartes em menor escala. A próxima reunião do grupo será realizada no dia 21 de novembro.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA