União Fraterna assina parceria com Instituto UniDown

0
432

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Aula inaugural para alunos do Instituto UniDown ministrada pelas professoras voluntárias Samanta e Vitória

A Sociedade Beneficente União Fraterna celebrou na terça-feira (27) uma nova parceria, que prevê o uso do salão e salas da entidade para a realização de atividades do Instituto UniDown, que desde 2006 oferece cursos que promovem inclusão social e autonomia para pessoas com síndrome de Down.

O presidente Márcio Berti afirma que o instituto atende hoje 225 pessoas com 12 cursos. Advogado por formação e apaixonado por gastronomia, Berti decidiu que queria criar um projeto com cunho social. Após pesquisar, viu que muitas entidades ofereciam cursos para idosos, pessoas com mobilidade reduzida ou de baixa renda, e poucas eram focadas nas pessoas com Down. “Queria oferecer uma oportunidade para quem não tem, e não só com práticas esportivas ou lazer, mas com algo que eles pudessem trabalhar depois. Começamos com o projeto Chefs Especiais e depois expandimos. Temos cursos de espanhol, informática, teatro, dança, quick massage, camareiro, garçom, cabeleireiro e gastronomia”, explica.

O instituto também era responsável pelo UniDown Café, primeira cafeteria do Brasil com o objetivo de incluir pessoas com síndrome de Down no mercado de trabalho. “Tínhamos muita procura de pessoas que queriam trabalhar conosco. Fechamos a unidade que ficava na Rua Augusta com a Alameda Lorena, mas estudo uma forma de reabrir aqui na Zona Oeste”, afirma Berti.

Na União Fraterna, os jovens a partir de 15 anos vão ter atividades dois dias da semana, com aulas de espanhol e teatro. “Nosso objetivo era esse, passarmos de uma fase em que tivemos uma recuperação muito grande da sede para ter um polo ativo e trazer projetos sociais para dentro da União Fraterna. Não adianta ter só os nossos projetos sendo que existem outras associações que dependem de um espaço como esse para desenvolver bem suas atividades. Estamos muito felizes de poder ajudar a UniDown”, afirma Eudóxios Anastassiadis, presidente da União Fraterna.

Márcio Berti como morador da região já conhecia o prédio histórico, mas a parceria se deu quando Laura Gonçalves, gerente do CIESP Oeste, o apresentou para Luiz Filho, vice-presidente da União Fraterna.

Para celebrar a parceria, foi realizada uma aula de teatro com jovens do Instituto UniDown, como Vinícius de Carvalho, de 26 anos. “Gosto muito de cantar e já apresentei uma peça na minha escola. Quero me dedicar à dança para fazer musicais e trabalhar com moda”, diz. A aula inaugural foi ministrada pelas professoras voluntárias Samanta e Vitória.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA