Orçamento da Lapa em 2021 será de R$ 32,3 milhões

0
448

Foto: Afonso Braga/Rede Câmara

Afonso Braga/Rede Câmara
Segunda votação do orçamento está prevista para terça-feira (22) na Câmara Municipal.

A Câmara Municipal divulgou na terça-feira (15) os orçamentos previstos para todas as 32 subprefeituras da cidade.

Em 2021, a Subprefeitura Lapa, responsável pelos distritos da Barra Funda, Jaguara, Jaguaré, Lapa, Perdizes e Vila Leopoldina, tem a previsão orçamentária total de R$ 32,3 milhões. Em 2020, o orçamento foi de R$ 43.283.089,68 já considerando reduções, congelamentos e suplementações, dos quais foram empenhados R$ 35.866.505,83.
Entre os repasses programados para a Lapa em 2021 estão a manutenção e operação de áreas verdes e vegetação arbórea (R$ 3,5 milhões), a manutenção e operação no serviço de guias e sarjetas das vias e logradouros (R$ 3,5 milhões) e a manutenção de vias e áreas públicas (R$ 3 milhões).

A Subprefeitura Sé é a que tem o maior orçamento previsto para 2021, com um total de R$ 80,2 milhões, seguida pela Subprefeitura São Mateus com R$ 47 milhões e Campo Limpo com R$ 43,2 milhões.

A proposta orçamentária ainda poderá incluir alterações sugeridas pela população e parlamentares, alterando o valor final dos repasses antes da segunda votação prevista para terça-feira (22). As informações sobre o orçamento 2021 estão disponíveis no site (www.saopaulo.sp.leg.br/orcamento2021).

Balanço
Na sexta-feira (18) o subprefeito da Lapa, Leo Santos, realizou uma apresentação com todas as ações realizadas pela subprefeitura no segundo semestre de 2020. Com a pandemia, a subprefeitura realizou parcerias para atender as comunidades da região, entre elas Ceasa, Areião, Fazendinha, Bento Bicudo, Madeirite, Água Branca, Razzo, Kenkiti Shimomoto e Diogo Pires. Foi feita a doação de 20 toneladas de frutas, verduras e legumes, com apoio do Banco de Alimentos da Ceagesp, a doação de 100 cestas básicas com apoio do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) Lapa e vacinação, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde.

Com as restrições ao comércio durante o período de isolamento social, a subprefeitura apreendeu 771 lacres de comércio ilegal. A Coordenadoria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (CPDU) realizou ao longo do período um total de 100 vistorias de orientação aos comércios da região. Foram lavradas 20 multas por descumprimento ao decreto que suspendia o atendimento presencial do público, somando um total de R$ 230.791,26.

Com menos trânsito, os serviços de zeladoria foram intensificados no segundo semestre, sendo realizadas 1.808 podas, 364 remoções, 41 plantios, 700 tapa-buracos, 1147 reformas de boca de lobo, 109.029 metros quadrados de limpeza manual de córregos, 304,92 toneladas de materiais retirados durante a Operação Cata-Bagulho, 2.166 metros de extensão de guias e sarjetas, 1.409 metros quadrados de área de passeio, entre outros.

Foi realizada a obra de reforma de galerias na Rua do Curtume e a readequação de calçadas nas ruas Clélia, Catão, Faustolo, Jeroaquara e Guaicurus, além das intervenções de traffic calming, com alargamento das esquinas, acessibilidade, melhoria das calçadas, ampliação de áreas verdes e implementação de lombofaixa elevada na Lapa de Baixo.

A Defesa Civil da Lapa atendeu 195 chamados de quedas de galhos ou árvores, 5 desabamentos, 18 infiltrações, 7 incêndios, 1 vazamento de gás, 4 verificações de rachaduras em edificações, entre outros.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA