Antiga balada vira igreja

0
12120

Foto:

Imóvel que foi sede da Sampa Hall ficou lotado e o trânsito complicado no culto inaugural de sábado

Depois de ser sede da casa de shows
Olympia e da polêmica casa de balada Sampa Hall (lacrada em 2007 por
falta de licença de funcionamento da Prefeitura e Laudo do Corpo de
Bombeiros), o prédio da Rua Clélia, 1517, se tornou o novo endereço da
Bola de Neve Church. O culto de inauguração da igreja aconteceu no
sábado, 17 de abril, sem alarde.
A reportagem do Jornal da Gente esteve no local para falar com a
direção da igreja, mas alguns membros da organização do evento
informaram que não era possível devido à inauguração. Na segunda-feira,
foi feito contato por telefone, mas a responsável pela comunicação não
foi encontrada e na sexta-feira o número fornecido para contato não
atendia.
A movimentação de pessoas e veículos foi grande nas ruas próximas ao
prédio. Carros e ônibus complicaram o trânsito, principalmente na
Clélia e Aurélia. Muitos chegavam de outras regiões da cidade e de
estados. Segundo o site “OGalileo”, que descreve o culto inaugural da
nova sede da Bola de Neve, cerca de seis mil pessoas estiveram
presentes, público superior a capacidade do imóvel (cerca de 3500
pessoas sentadas) estimada na época do Olympia e da Sampa Hall (4 mil)
em dia de lotação.
O fundador da igreja, apóstolo Rina foi quem conduziu o culto. De
acordo com “OGalileo”, Rina fez questão de esclarecer as falsas
informações de que o Olympia havia sido comprado pela Bola de Neve,
“quando na verdade o local foi alugado”.
Em 2010, o Ministério completa 10 anos de existência. Os deputados
evangélicos Vaz de Lima e Fernando Capez (membro da Bola de Neve) e o
ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, marcaram presença no
evento.
O culto inaugural da Bola de Neve terminou por volta da meia noite.
Vizinhos ao prédio reclamam de vazamento de som do sistema acústico,
como acontecia na época da casa Sampa Hall.
Questionada se a documentação (licença de funcionamento e Auto de
Verificação do Corpo de Bombeiros) já havia sido entregue, a Secretaria
de Controle Urbano informou que a fiscalização é de competência da
Subprefeitura da Lapa. A Sub esclarece que a fiscalização esteve no
local, sábado, notificou e intimou os responsáveis a apresentar
documentação (até o início da próxima semana), para tomar outras
providências, se necessário.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA