Empresa anuncia escavações do metrô na região

0
983

Foto: Divulgação

Divulgação
Canteiro de ventilação e saída de emergência (VSE) Tietê

O conglomerado espanhol Acciona, que assumiu as obras de construção e o contrato de concessão da Linha 6-Laranja do metrô com estações na região, iniciou o cronograma para a retomada do projeto. A companhia que é responsável pelas obras do metrô da cidade de Quito, no Equador, afirma ter realizado no país a escavação de 1.498,5 metros em 30 dias, e pretende realizar algo semelhante no Brasil para cumprir os cinco anos previstos para a entrega da obra conforme foi anunciado na assinatura do contrato.

Entre as primeiras ações que constam no cronograma da empresa estão a reforma do canteiro na Rua Guaicurus, onde ficarão centralizados os processos seletivos e treinamentos de equipes, e a reforma e adequação do canteiro da Avenida Santa Marina. O grupo promete realizar, em parceria com a Prefeitura, a limpeza e remoção de lixo ou entulho de todos os canteiros e seus arredores. “Temos certeza que, em pouco tempo, a população já vai começar a perceber a movimentação. No entanto, é importante salientar que o cronograma contempla etapas técnicas muito importantes, que nem sempre podem ser notadas e é por isso que estamos divulgando nosso primeiro balanço de trabalho”, afirma André De Angelo, diretor da Acciona Brasil.

Estão previstas ações paralelas nas 15 estações e 18 poços, que terão em média 46 metros de profundidade. O grupo afirma ainda que já no primeiro semestre de 2021 serão iniciadas as escavações das estações Brasilândia, Vila Cardoso, Itaberaba, João Paulo I, Santa Marina, Freguesia do Ó, Água Branca, PUC/Cardoso de Almeida e Angélica/ Pacaembu. Serão utilizados dois TBMs (tatuzões), sendo que um dos equipamentos avançará na direção norte, escavando 5 km em rocha, e o outro seguirá sentido sul, percorrendo 10 km em solo. A previsão é que o projeto irá gerar nove mil empregos e, ao final, atenderá 633 mil passageiros por dia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA