Vidro para a vida

0
667

Foto:

Sílvia Antibas, Débora Muszkat, Cláudia Costin e Saulo Rabello Maciel de Barros durante lançamento

Desde a semana passada, duas turmas de alunos aprendem a fazer peças de vidro na Estação Ciência. Inaugurada no sábado passado pela secretária Estadual da Cultura, Cláudia Costin, a Oficina de Vidro abrirá espaço para até 35 aprendizes, que fabricarão objetos de enfeite e arte com este material. “Serão dadas duas aulas de segunda à sexta-feira, das 13 às 15h e das 15 às 17h, durante três meses, num espaço reservado na Estação Ciência”, explica a artista plástica Debora Muszkat, idealizadora e coordenadora do projeto. O resultado da iniciativa é um material que pode servir para enfeites em cristal.
Os cursos gratuitos de ornamento em vidro visam a profissionalização e a inclusão social da população de baixa renda, através da arte vidreira conjugada ao trabalho psicossocial, jurídico e de mediação aos participantes e seus familiares. Portadores de necessidades especiais virão de uma parceria com a Estação Especial da Lapa, que está ligada ao Fundo Social de Solidariedade, também do governo estadual.
Com ferramentas simples, a arte de modelagem em vidro, através do calor, permite a produção de utilitários decorativos em escala industrial. “A escolha desta técnica se deve ao curto espaço de tempo para a formação e o baixo custo do projeto”, destaca o diretor da Estação Ciência, Saulo Rabello Maciel de Barros. As peças executadas na oficina serão comercializadas e revertidas ao próprio projeto para viabilizar sua auto-sustentabilidade. A arte atenderá a demanda do mercado de brindes, presentes e eventos.
Este projeto nasceu no Festival de Inverno de Campos de Jordão de 2001 pelo então secretário Marcos Mendonça. Os alunos e instrutores ficavam na Estação Júlio Prestes, sede da Secretaria de Estado da Cultura.
Segundo a diretora do Departamento de Formação Cultural da Secretaria, Sílvia Antibas, o objetivo é qualificar cada vez mais artesãos e formar cidadãos, com a ajuda de entidades. “Queremos ampliar o projeto para atender principalmente as pessoas carentes”, ressalta.
A iniciativa conta com o patrocínio da Abividro, o apoio do Pró-Mulher Família e Cidadania, Grupo Wheaton Brasil, CCE, Empório Santa Marina, Cristaleira Veneza, World Music e Estação Ciência, que pertence à Universidade de São Paulo (USP). Quem quiser mais informações sobre a Oficina de Vidro pode ligar para 3351-8000, ou pelo site www.oficinasculturais.gov.br. A Estação Ciência fica na Rua Guaicurus, 1394, Lapa. Telefone 3673-7022.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA