Anhanguera é a última escola a ser desocupada

0
871

Foto:

Alunos desocupam prédio e querem abertura da escola nos finais de semana

“Escola de luta” foi assim que o grupo de alunos da Escola Estadual Anhanguera definiu a ocupação do prédio por 53 dias (desde 26 de novembro). A escola foi última das quase 200 que foram tomadas pelo movimento de estudantes contra a reorganização da rede estadual de ensino.

Os últimos estudantes (cerca de dez) deixaram o prédio após a perícia da polícia e devolução da escola aos representantes da direção da Anhanguera e da Diretoria de Ensino Centro Oeste, na terça-feira (19). O supervisor de Ensino da Diretoria Centro Oeste, Alexandre de Almeida disse que os alunos entregaram um termo com pedido de melhorias. “Nos comprometemos a atender aquilo que nos couber e outros pedidos que demanda mais tempo e recursos a gente vai intermediar”, disse o supervisor.

A reposição das aulas referente ao ano de 2015 que estavam sendo realizadas na Escola Alexandre Von Humboldt (por causa da ocupação) já voltou para o Anhanguera.
A representante dos alunos da ocupação, Larissa da Silva França do 3ª ano, a direção da escola e a supervisora de Ensino, Walkyria Cattani, discutiu as reivindicações em uma reunião na quinta-feira (21), com a presença da presidente do Conseg Lapa, Flavia Amorim Maia.

Os resultados do ano de 2015 serão divulgados pela direção no dia 29, segundo a supervisora, porque o computador que tinha a vida escolar dos alunos foi formatado. “Já estamos refazendo tudo”, concluiu a diretora da escola, Maria Helena Pereira Souza.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA