Uma nova rua, uma nova conquista

0
935

Foto:

Antonietta distribui flores aos convidados

O Prefeito regional da Lapa Carlos Fernandes e a presidente da Associação Amigos da Vila Pompeia, Maria Antonietta de Lima e Silva participaram da abertura da Rua Filomena Matarazzo, na quarta-feira, 12. Técnicos da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), Maurício Marcato Bautz da CGD – Empreendimentos e os empresários Renato Mauro e Rodrigo Mauro da REM Construtora prestigiaram a cerimônia de inauguração da nova via, localizada na altura do número 1350 da Avenida Francisco Matarazzo. A cerimônia contou com apresentação da Banda Operária da Lapa.

A luta de Antonietta para abertura da via tem mais de 10 anos que minimizaria o impacto do adensamento no trânsito da região. Ela agradeceu Sr Claudio Dahruj que doou essa rua para a nossa região, além de doar toda ciclovia que passa sobre o Viaduto Antártica e vai até a Praça Marrey Jr.

Claudio Dahruj tem sido uma pessoa muito generosa com o bairro e para a população e nós lhe somos muito gratos”, disse a presidente da Associação Amigos da vila Pompeia.
Trabalhadores das torres comerciais e condomínio elogiaram a inauguração da rua ao passar pelo evento. Antonietta justificou a escolha do nome da nova rua. “Filomena Matarazzo é uma figura ilustre na Cidade, neta do Conde Francesco Matarazzo, cuja vida foi dedicada a continuação da obra de seu avô, dirigindo as Industrias Reunidas Francisco Matarazzo com espírito trabalhador. Transformou a Pompeia de um matagal em um bairro mais acolhedor, com suas 550 vilas operárias. Manteve laços afetivos com os imigrantes que lá trabalham. Cuidava dos doentes levando em seu próprio carro para o Hospital Humberto I, criado por seu avô, para atender os imigrantes italianos de suas industrias. Era forte e persistente no cumprimento de seus ideais e nos deixou um legado patriótico entre Itália e Brasil. Por seus feitos humanitários para o progresso da Pompeia e de São Paulo é nosso desejo homenageá-la colocando o nome nessa nova rua, que liga a Avenida Francisco Matarazzo, que é o passado, e a futura extensão da Avenida Auro de Moura Andrade que é o futuro”, disse Antonietta agradecendo a família Matarazzo por tornar a Pompeia o polo gerador da industria no Brasil. “Apesar da chuva que caiu, o povo gostou. A bandinha animou”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA