Prefeitura pede colaboração no combate à dengue

0
2285

Foto: PAVS Oeste

PAVS Oeste
Equipe do PAVS (Programa Ambientes Verdes e Saudáveis) no Mercado da Lapa

Muitos moradores da região, por medo de assaltos, não permitem a entrada dos agentes de saúde em suas residências para a verificação de criadouros do mosquito Aedes aegypti. “Os agentes precisam entrar nas casas porque o fumacê que é aplicado nas vias públicas só funciona na área da rua”, explica Viviane Martins, da Vigilância em Saúde, que também faz parte do Cades (Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz) da Lapa.

Na região foram confirmados este ano 11 casos de dengue na Barra Funda, 39 na Vila Jaguara, 25 no Jaguaré, 61 na Lapa, 87 em Perdizes e 11 na Vila Leopoldina. Na quinta-feira (23) foi realizado um mutirão com bloqueio de criadouros do mosquito no Cemitério da Lapa, Ceagesp, unidades escolares, CTA da Lapa e em ruas do Jaguaré, Vila Jaguara, Lapa e Perdizes. Também foi realizada uma ação de conscientização no Mercado Municipal da Lapa. Um novo Dia D de combate ao Aedes aegypti acontece na próxima quinta-feira (30).

Quem for abordado por um agente de saúde e quiser confirmar a ação em sua rua pode ligar para a Unidade de Vigilância em Saúde (UVIS) responsável pela região da Lapa e Pinheiros nos telefones 3816-1470, 3816-1186 e 3816-1403, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Basta informar o nome do agente e será confirmado se ele faz parte do quadro de funcionários. Nas ações que são realizadas aos sábados, os moradores podem fazer a verificação através do 156.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA