Alunos de faculdade praticam ação social

0
895

Foto:

Marcos Moreira Vaz

No mês passado, os 25 alunos do Rotaract Club Rio Branco (Distrito 4610), composto pelos estudantes das Faculdades Integradas Rio Branco, promoveram o Projeto Anhangüera Consciente: Sociedade, Cultura e Meio Ambiente. A iniciativa teve como objetivo integrar os universitários com os alunos da Escola estadual Anhangüera, onde aconteceu o evento. Mais de 300 jovens participaram e ouviram cinco oficinas que trataram de meio ambiente, drogas, exclusão social, saúde e sexualidade e teatro.
Os temas abordados nos workshops foram “Agenda 21 para maiores de 16 anos”, explorado por Marcos Moreira Vaz (integrante do Fórum Recicla São Paulo e da Comissão de Implantação da Agenda 21 na Lapa). Outra palestra proferida na Anhangüera foi “Drogas Bah!”, abordado pelo voluntário e estudante de Relações Internacionais da Rio Branco, Raphael Danieli, que mostrou as conseqüências do uso de substâncias psicoativas.
Outro tema proposto foi “Excluídos ou Excludentes. Quem Somos?”, trabalhado pelo diretor regional da Federação Nacional de Estudantes de Administração (Fenead São Paulo) José Luís de França Neto, oferecendo subsídios para estimular um novo olhar do jovem para a realidade social atual.
O responsável pelo Centro de Prevenção e Atendimento a Doenças Sexualmente Transmissíveis (CPA/DST), Reginaldo Bertolato abordou o tema “Aids, DST e o Beijo”. No final, cerca de 150 alunos também encenaram uma peça com o auxílio da atriz Giselle Pekelman, aluna de Jornalismo da Rio Branco, na atividade “Teatralizando a Vida”. Segundo o diretor de Projetos para a Comunidade do Rotaract Rio Banco e estudante de Jornalismo da faculdade, Marcos Moreira Vaz, a ação social do grupo de estudantes aproveitou a oportunidade para encontrar novos talentos da Rio Branco. “Ao promover cultura e lazer alternativo, muitos integrantes do Rotaract despertaram a sua vocação”, disse Vaz, com a experiência de ser membro da Associação Reciclázaro. Ele também afirmou ser muito gratificante estimular a expressão artística, sociabilizando os diversos pontos de vista de todos os envolvidos na atividade.
No segundo semestre, os Rotaract Rio Branco pretendem promover o trote solidário, ao recolher dinheiro dos calouros para comprarem lanches para o McDia Feliz, onde a rede McDonald’s doa dinheiro para crianças com câncer. “A idéia é distribuir sanduíches e participar de uma festa juntamente com crianças carentes atendidas pelas entidades filantrópicas da região da Lapa”, esclareceu Vaz. As instituições que trabalham com jovens que quiserem receber ajuda do Rotaract Rio Branco, basta ligar para 3871-5972 e falar com Marcos Moreira Vaz.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA