Cidade começa a vacinar pessoas de 60 a 62 anos 

0
320

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Governo do Estado de São Paulo
Calendário incluiu novos grupos

Na quinta-feira (6) foi iniciada uma nova etapa do calendário de imunização contra a Covid-19, com a vacinação de pessoas a partir de 60 anos.  A estimativa da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) é que 371 mil pessoas nessa faixa etária recebam a primeira dose da vacina.

Os drive-thrus serão utilizados exclusivamente para a aplicação da primeira dose da vacina AstraZeneca. A primeira dose da vacina da Pfizer, que também começou a ser utilizada, será aplicada nas 468 UBSs da cidade. Os equipamentos continuam com a aplicação das doses da AstraZeneca e da CoronaVac, esta última apenas para aplicação da segunda dose.
Caso haja doses remanescentes próximo ao término das atividades do serviço de saúde, a aplicação seguirá a ordem de prioridade para vacinar os profissionais da saúde com mais de 18 anos e pessoas com mais de 55 anos, moradoras do território da unidade de saúde.
As 468 Unidades Básicas de Saúde (UBS) funcionam das 7h às 19h. O Centro-Escola Geraldo de Paula Souza, na Avenida Dr. Arnaldo, 925, no Sumaré, das 7h às 19h, o SAE (Serviço de Atenção Especializada) da Lapa, na Rua Tomé de Souza, 30, das 8h às 17h, os postos volantes, farmácias parceiras e drive-thrus das 8h às 17h.

Na sexta-feira (7) o governo anunciou a vacinação para pessoas com comorbidades e deficiências permanentes na faixa de 50 a 54 anos. Os grupos poderão tomar a primeira dose do imunizante a partir da próxima sexta-feira (14). Serão contempladas as pessoas que tiverem uma ou mais comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde, como doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, entre outras, e no caso dos deficientes, o comprovante do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Na segunda-feira (10), doses passam a ser aplicadas em quem tem Síndrome de Down, pacientes em tratamento de hemodiálise (Terapia Renal Substitutiva) e transplantados que utilizam imunossupressores. A partir de terça-feira (11), será a vez das gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) com idade acima de 18 anos e com comorbidades. Na mesma data, também começa a valer o cronograma para as pessoas com deficiência permanente que têm entre 55 e 59 anos. Do dia 12 em diante, poderão ser vacinadas as pessoas com comorbidades desta mesma faixa etária.

O Governo fez um alerta para as mais de 400 mil pessoas que ainda não compareceram aos postos de vacinação para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Os dados consolidados até quinta-feira (6) mostram que 400.958 pessoas que já receberam a primeira dose dos imunizantes disponíveis ainda precisam completar o esquema vacinal, ou seja, receber a segunda dose. O total inclui 101.753 pessoas que tomaram a vacina da Fiocruz (AstraZeneca/Oxford) e outros 299.205 referentes à vacina do Butantan (Coronavac).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA