Sub promete agir após acidente

0
561

Foto:

Natanael foi a quarta vítima fatal na região da favela

Depois de ser notificada pela
Associação dos Moradores do Residencial Parque Continental (Sarpac) de
mais um atropelamento com vítima fatal na região da favela da Avenida
Antonio de Souza Noschese, a Subprefeitura da Lapa garante que
providências serão tomadas para que outras mortes não venham a ocorrer.
Via e-mail enviado à redação do JG, que noticiou a morte do garoto
Natanael Aparecido Geraldo (atropelado no dia 1º de junho), a Sub
afirma que “lamenta o acidente e informa que a Ação Social já iniciou o
levantamento para a remoção das famílias instaladas no leito viário e
nas calçadas”.
Morador da favela, Natanael foi atropelado por um micro ônibus. O
menino não resistiu e morreu. A mãe Rosemeire Geraldo, passou mal, foi
hospitalizada, liberada, e levada por um munícipe ao cartório para
tentar a emissão de uma 2ª via da Certidão de Nascimento. O corpo foi
levado pela polícia científica para IML do HC. Estiveram no local:
SPTrans, CET, e policias com B.O. sendo lavrado no 93º DP. “Notificamos
a Subprefeitura Lapa, solicitamos a presença da Assistência Social para
dar apoio à família e os encaminhamentos necessários.”, conta a
presidente da Sarpac, Marlene Guardabassi. “A favela está instalada em
àrea da CPTM e em cima da via. A sinalização existente é composta
apenas de uma rotatória, sem faixa de travessia e faltando também, para
completar o projeto, a colocação de semáforo que está pendente desde
1996 no Setor de Pólos Geradores da CET”, acrescenta Marlene.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA