Subprefeitura recebe palestra sobre o câncer de mama

0
1667

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Palestra com a enfermeira Nilza Correia que explicou a origem do movimento Outubro Rosa

A OAB subseção Lapa, ComidLapa (Comissão de Idosos) e o Lions Nova Lapa realizaram na terça-feira (18) uma palestra na Subprefeitura Lapa em prol da campanha mundial Outubro Rosa. Além de conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, as entidades querem arrecadar 500 lenços até o final do mês que serão doados ao ITACI (Instituto de Tratamento ao Câncer Infantil).

Para apresentar o tema, foi convidada a enfermeira da área oncológica Nilza Correia. Ela falou sobre a importância de detectar a doença em sua fase inicial. “É fundamental focar no diagnóstico precoce, pois leva a um tratamento menos agressivo”, afirma.
Estimativas do INCA apontam que em 2016 são esperados mais de 57 mil novos casos da doença no Brasil. Entre os pacientes que desenvolvem o câncer de mama, 4 em cada 5 são mulheres com mais de 50 anos. Entre os homens, a incidência é de 1,2%. Já o fator genético é responsável por 5 a 10% dos casos.

Entre os sinais e sintomas da doença estão a presença de nódulos endurecidos, geralmente indolores, a pele do seio avermelhada, alterações nos mamilos e saída de fluídos. Os nódulos também podem aparecer abaixo dos braços e no pescoço. É recomendada a realização do autoexame uma vez por mês para todas as mulheres. As mamografias devem ser feitas a cada dois anos para as mulheres acima dos 50 anos e com mais frequência por aquelas que tiverem casos da doença na família. Aconselha-se a manutenção de hábitos saudáveis como a prática de exercícios físicos, boa alimentação, evitar cigarros e álcool, além de uma atitude positiva, seja para prevenir como para tratar a doença.

Alunas cortam cabelo para doação

A Escola Estadual Alexandre Von Humboldt, na Vila Anastácio, integrou-se ao movimento Outubro Rosa e realizou no dia 29 de setembro uma palestra sobre cuidados e prevenção do câncer de mama para os 480 alunos da unidade. A escola promoveu também uma campanha de arrecadação de produtos de higiene pessoal que serão doados para a ONG Amor Rosa. A mãe de um aluno, que é cabeleireira, realizou o corte de cabelo de alunas e familiares que quiseram doar os fios para a confecção de perucas para os pacientes em tratamento.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA