Secretaria esclarece episódio que barrou OAB e CPM em visita ao PS Lapa

0
194

Foto: Maria Isabel Coelho

Maria Isabel Coelho
Representante da OAB Lapa e CPM quando foram impedidos de realizar visita ao PS em 15 de agosto de 2017

A Coordenadoria Regional Oeste da Secretaria Municipal da Saúde esclarece o episódio sobre a matéria publicada no Jornal da Gente, edição 777, de 19 a 25 de agosto, sobre representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Lapa, Jairo Glikson, e do Conselho Participativo Municipal da Lapa, Umberto de Campos Sarti, que foram barrados na entrada do Pronto Socorro da Lapa, no dia 15, após ter acesso ao relatório de irregularidades na estrutura da unidade como a infiltração de água de chuva no corredor e a falta de acessibilidade.

Segundo a coordenadoria, eles foram orientados pela direção do Pronto Socorro da Lapa sobre a necessidade de solicitar previamente a devida autorização à Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

A CRS afirma que tem conhecimento das demandas existentes no PS e, junto com o Distrito de Saúde (DS) da Lapa e Conselho Gestor do PS Lapa, criou um grupo de trabalho para acompanhar o processo. Informa também que os problemas constam no cronograma da coordenadoria como prioridade.

A reportagem questionou a secretaria sobre as atribuições contratuais da Associação Saúde da Família, responsável pelo PS Lapa. De acordo com a Coordenadoria, a Associação Saúde da Família, Organização Social de Saúde (OSS) responsável pelo PS da Lapa, recebe um repasse para manutenção predial e pequenos reparos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA