Vacinação de crianças é ampliada neste sábado

0
367

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Governo do Estado de São Paulo
João Doria acompanha vacinação de crianças em escola de Perdizes

O governador João Doria e o secretário estadual da Educação Rossieli Soares estiveram na Escola Estadual Brigadeiro Faria Lima, localizada em Perdizes, na quinta-feira (20) para anunciar o calendário de vacinação infantil contra a Covid-19, de acordo com o PEI (Plano Estadual de Imunização). Antes do anúncio foi realizada a imunização de estudantes da escola.

João Doria confirmou o prazo de três semanas para vacinar com a primeira dose todas as crianças de 5 a 11 anos do Estado de São Paulo. Com a aprovação do uso da Coronavac pela Anvisa para crianças de seis a 11 anos, também anunciada na quinta-feira, serão utilizadas 8 milhões de doses do imunizante nos 645 municípios paulistas. Para crianças imunossuprimidas e com cinco anos, a recomendação é tomar exclusivamente o imunizante da Pfizer.

A cidade de São Paulo vai iniciar já neste sábado (22) a vacinação de crianças de 6 a 11 anos de idade com a Coronavac. O imunizante estará disponível em 205 postos de vacinação, sendo 125 UBSs abertas exclusivamente para a vacinação desse público, e em 80 Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/Unidades Básicas de Saúde (UBSs).
A partir de segunda-feira (24), a vacinação infantil estará disponível em todas as 469 UBSs da cidade.

Até o dia 30 de janeiro será aplicada a primeira dose para crianças de 9 a 11 anos de idade e de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiências, indígenas e quilombolas. Já entre 31 de janeiro a 10 de fevereiro, será aplicada a primeira dose para crianças de 5 a 8 anos de idade e de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiências, indígenas e quilombolas. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a capacidade diária de vacinação pode superar 250 mil atendimentos.

Os pais ou responsáveis podem consultar a disponibilidade do imunizante na plataforma “De olho na fila” disponível no link (https://deolhonafila.prefeitura.sp.gov.br). As crianças devem estar acompanhadas por um responsável maior de 18 anos e apresentar documento de identificação (preferencialmente CPF) e carteirinha de vacinação.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA