SPTrans apresenta projeto pioneiro de acessibilidade para a Lapa

0
1971

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Tuca Munhoz da SPTrans apresenta o projeto “Lapa 21” na prefeitura regional

Uma iniciativa da SPTrans quer transformar a Lapa em uma região acessível para portadores de deficiências físicas, visuais e intelectuais. A proposta foi apresentada para diversas entidades na terça-feira (18), no auditório da Prefeitura Regional da Lapa.

Tuca Munhoz, assessor técnico da SPTrans, explicou o projeto “Lapa 21”. “Nosso objetivo a médio e longo prazo é tornar acessível a região do Terminal da Lapa em relação aos diversos equipamentos que estão aqui”, afirma. Uma das primeiras etapas prevê adaptar o trajeto do terminal até a Biblioteca Mário Schenberg na Rua Catão. O nome provisório “Lapa 21” foi escolhido com a intenção de fazer uma referência ao século 21, com acessibilidade e direitos para todos. “Acessibilidade não só física, mas também de acesso (de todos) aos direitos e à cultura”, explica Munhoz. Ele também relata a importância da participação da sociedade civil para criar uma cultura de acessibilidade. “Precisamos desenvolver a acessibilidade como um valor, não só como uma lei”, completa.

Alunos do Senac da Rua Tito apresentaram um projeto desenvolvido na unidade para criar um aplicativo que aponte os locais que oferecem acessibilidade para deficientes físicos e visuais. O Grupo de Mães de Jovens Especiais chamou atenção para a dificuldade de descer do trem da CPTM na estação Lapa, devido ao grande vão entre a plataforma e o vagão. O projeto que será desenvolvido na Lapa deverá ser replicado em outras regiões da cidade. A próxima reunião para debater o tema será no dia 16 de maio no Tendal da Lapa, localizado na Rua Constança, 72.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA