Memorial inaugura Clube do Livro Latino-americano

0
2246

Foto: Divulgação

Divulgação
Auditório da Biblioteca do Memorial comporta 100 pessoas

A produção literária latino-americana é destaque em nova atividade do Memorial da América Latina. A Fundação passou a sediar, a partir da quarta-feira, 2, das 19h às 21h, o Clube do Livro Latino-americano. O objetivo é ler e debater obras que foram produzidas por autores representativos de diferentes países do continente, uma vez ao mês.

Para o segundo semestre de 2023, as escolhas dos livros a serem debatidos são todos de autoria feminina. Os próximos livros já confirmados para o clube são: De amor e de sombra (1984), da chilena Isabel Allende, em 20/9; A autobiografia de minha mãe (1996), da caribenha Jamaica Kincaid, em 4/10); Exploração (2023), da peruana Gabriela Weiner, em 25/11.

Os encontros terão formato híbrido. Além dos participantes se reunirem presencialmente no auditório da Biblioteca Latino-americana, os interessados poderão participar virtualmente, por meio de sessão aberta em tempo real via Zoom – o link será sempre disponibilizado no site memorial.org.br. O Clube do Livro é gratuito e contará sempre com a presença de mediadores que definem os temas-chaves das leituras e organizam os comentários.

O auditório da Biblioteca Latino-Americana tem capacidade para receber até 100 pessoas. Para participar do Clube do Livro, basta chegar no local com pelo menos dez minutos de antecedência. A entrada do Memorial mais próxima da biblioteca é o Portão 2, a 300 metros da saída da Estação Barra Funda (Metrô, CPTM, Rodoviária) e logo ao lado da Universidade Nove de Julho (Uninove) – Memorial.

A programação prevista pode ser consultada no site memorial.org.br ou nas redes sociais da Fundação (@memorialdaamericalatina).

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA